Cidades
Publicada em 01/01/2017 - 17h37min

Nova fase

Rodrigo Ashiuchi toma posse em Suzano

Foto: Irineu Junior/Divulgação

Ashiuchi dá início ao seu mandato em Suzano
“O maior preparo é ter humildade para somar pelo bem da cidade". Essa foi uma das muitas frases de efeito que o prefeito eleito de Suzano para o mandato 2017/2020, o engenheiro e empresário Rodrigo Ashiuchi (PR), disse durante seu discurso de posse, realizado na manhã deste domingo, feriado de 1º de janeiro. A cerimônia foi realizada no Plenário da Casa de Leis (rua dos Três Poderes, 65 - Jardim Paulista) e também marcou a posse do vice-prefeito do município, Walmir Pinto (PDT), e dos 19 vereadores que vão ocupar uma cadeira no Legislativo no vigente mandato.

Aberta ao público, a sessão foi presidida pelo vereador mais bem votado da cidade no último pleito. Na oportunidade, os parlamentares também definiram a mesa diretiva (presidente, vice-presidente e 1º e 2º secretários) para a próxima legislatura.

Assim que proferiu juramento e assinou a ata de posse, Ashiuchi discursou. Começou agradecendo à Deus e aos seus parentes, que acompanhavam a cerimônia das primeiras fileiras do Plenário "Deputado José de Souza Candido", incluindo seus pais, Célia e Katuya Ashiuchi, e sua irmã, Érika Ashiuchi. Já a esposa, a primeira-dama Larissa Antoniassi dos Santos Ashiuchi, agora presidente do Fundo Social de Solidariedade de Suzano, acompanhou os trabalhos da mesa principal. O prefeito também não se esqueceu de reconhecer o apoio que recebeu de Walmir Pinto, que em meados do ano passado optou em compor com o republicano, e de Marcelo de Souza Candido, ex-deputado e ex-prefeito da cidade, que apoiou a candidatura da dupla:

“Nada é por acaso e Deus sempre ajuda quem corre atrás. Portanto, agradeço à Ele por essa porta que foi aberta em minha vida. Agradeço, ainda, aos meus pais, pela educação que me ofereceram, por terem me preparado para que eu chegasse até aqui. Estudei, me formei, fiz pós-graduação. Me preparei. Mas, acredito que o maior preparo é ter a humildade de somar por uma Suzano melhor. Somos um governo democrático, que não vê cor, credo, nem partido. Acredito no grupo que ao meu lado vai reconstruir essa cidade e devolver aos cidadãos o orgulho de ser suzanense. Hoje é um dia muito especial para mim”, concluiu, com a voz embargada.

Ashiuchi, que recebeu 82.912 sufrágios no segundo turno das eleições municipais (30 de outubro), entrando para a história como o chefe do Executivo mais bem votado da história de Suzano, elencou como prioridades zeladoria (tapar buraco, cortar mato, limpeza e manutenção em geral), bem como a Saúde, a Educação e a Segurança. Em seguida, anunciou, um a um, os 18 secretários (além de Larissa) que vão trabalhar ao seu lado, afirmando que é "uma pessoa de resultados":

"Quem me conhece sabe que eu cobro, e muito, mas não ando sozinho. Portanto, os senhores e senhoras, que serão secretários e secretárias municipais, tomam posse comigo e com o Walmir (Pinto), hoje. A responsabilidade, agora, é nossa".

Na ocasião, o republicando ainda solicitou à Presidência da Câmara de Suzano que convoque os parlamentares para uma sessão extraordinária, que deve ser realizada até quarta-feira (4 de janeiro). Na pauta, estarão dois projetos: o primeiro discute o novo organograma da máquina, que contempla a redução de pastas, a criação de uma Secretaria Municipal e a junção de outras. A segunda matéria discute um plano emergencial para os cem primeiros dias de governo, sobretudo na área da Zeladoria.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos