Cidades
Publicada em 20/02/2017 - 22h16min

Ranking nacional

Mogi avança dez posições e é 29ª melhor em saneamento

Município abastecido pelo Semae está entre os 30 dos 100 pesquisados; Suzano lidera região na 12ª posição

Foto: Ney Sarmento/PMMC

Esgotamento é um dos principais destaques do município desde a década passada
Mogi das Cruzes avançou dez posições no Ranking de Saneamento das 100 maiores cidades brasileiras, elaborado pelo Instituto Trata Brasil e divulgado nesta semana. O município subiu do 39º lugar no ano passado (com dados relativos a 2014) para o 29º em 2017 (dados de 2015). O crescimento no índice de tratamento de esgoto em Mogi, que no período analisado passou de 56,39% em 2014 para 60,93% em 2015, foi um dos responsáveis pelo avanço da cidade no ranking 2017. A área de esgotamento sanitário é um dos principais destaques do município desde a década passada. No ano 2000, a cidade coletava 78% e tratava apenas 5% de esgoto.
O prefeito Marcus Melo (PMDB), que foi diretor-geral do Semae de 2011 e 2016, destaca os investimentos em obras de urbanização como responsáveis pelo avanço: "Nos últimos anos, concluímos obras como a canalização do Canudos e urbanizações que transformaram bairros como o Jardim Layr, a Vila Nova União, o Jardim Aeroporto, as ruas Projetadas do Rodeio e agora o Botujuru, que está recebendo esgoto e terá 100% de coleta e tratamento", diz.
"Melhoramos dez posições, isso representa os avanços que obtivemos nos últimos anos. Os investimentos são altíssimos, tanto com recursos próprios, a exemplo dos R$ 12 milhões na reforma e ampliação da ETA Centro, quanto com investimentos que conseguimos com o governo federal, que é o caso do esgotamento sanitário do Botujuru", afirma o diretor-geral da autarquia, Paulo Beono Jr.
Além do avanço em tratamento de esgoto, o levantamento do InstitutoTrata Brasil também registrou, em Mogi das Cruzes, melhorias no atendimento de água na área urbana, que passou de 98% em 2014 para 100% no ano seguinte.
Suzano lidera
Suzano, no entanto, continua sendo o município do Alto Tietê com melhor colocação no ranking, saltando de 27º para 12º colocado. As duas cidades registraram, assim, indicadores melhores que 21 capitais, como Belo Horizonte (31ª posição), Vitória (39ª) e Florianópolis (49ª), e de cidades maiores e mais ricas, como Santo André (33ª), São Bernardo do Campo (38ª), Osasco (52ª) e Guarulhos (53ª). Das 28 cidades que ficaram à frente de Mogi, 11 contam com sistema próprio de saneamento, ou seja: o Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) ficou em 12º lugar no País. Já Suzano é abastecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Outra cidade da região que aparece no ranking das 100 melhores do Brasil é Itaquá, que este ano acupa a 69ª colocação. No ano passado, este município ficou na 65ª posição.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos