Cidades
Publicada em 18/03/2017 - 19h41min

Stefany Leandro
Queda

Repasses do Banco do Povo caem

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social apontam que ao longo do ano passado 153 contratos de empréstimos foram assinados por meio do Banco do Povo Paulista, em Mogi das Cruzes

Foto: DANIEL CARVALHO

Valor é transferido para empreendedor em 24 horas
Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social apontam que ao longo do ano passado 153 contratos de empréstimos foram assinados por meio do Banco do Povo Paulista, em Mogi das Cruzes. O montante corresponde a um total de R$ 729.662,41. O valor representa 25,3% de queda no número de contratos firmados no comparativo com o ano de 2015. Na ocasião, 205 assinaturas foram consolidadas. Já a soma dos empréstimos totalizou
R$ 942.770,89.
De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Rinaldo Sadao Sakai, o déficit é resultante principalmente de uma mudança na estrutura do atendimento, realizada no ano passado. "Infelizmente nós tivemos uma reduão no quadro de funcionários e isso acabou impactando na realização do procedimento", explicou.
Segundo Sakai novas estratégias adotadas para alavancar o serviço já estão sendo colocadas em práticas e, inclusive, os resultados já estão aparecendo. "Com a mudança que teve a divulgação do programa acabou sendo prejudicada. Então para mudar isso, nós estamos promovendo eventos, levando o serviço para próximo da população, pois sentimos que as pessoas ainda sentem um pouco de dificuldades de ir até a Prefeitura para buscar informações. Graças a isso, nós já notamos que os meses de janeiro e fevereiro deste ano já foram melhorem em relação ao número de contratos, no comparativo com o mesmo período de 2016", comentou.
O Programa
O financiamento do Banco do Povo Paulista se destina a empreendedores formais ou informais, cooperativas ou formas associativas de produção ou trabalho. Podem solicitar empréstimos pessoas físicas ou jurídicas desde que não ultrapassem faturamento bruto de até R$ 360 mil nos últimos 12 meses. O grande diferencial é que a taxa de juros do financiamento é de apenas 0,35% ao mês, pré-fixado.
No entanto, pessoas que possuem restrições cadastrais junto ao SCPC, Serasa e Cadin estadual não podem ter acesso ao benefício. Além disso, por se tratar de um crédito para fins produtivos, o Banco do Povo Paulista não faz empréstimos para Consumo.
Para solicitar o empréstimo é necessário apresentar a lista de documentos solicitados, que está disponibilizada no site do programa (www.bancodopovo.sp.gov.br), bem como no portal da administração municipal (www.mogidascruzes.sp.gov.br).
Tendo a documentação aprovada, o empreendedor faz a assinatura do contrato e, a partir disso, recebe o dinheiro via transferência eletrônica bancária em até 24 horas. (S.L.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos