Esportes
Publicada em 06/03/2017 - 21h50min

No Parque da Cidade

Mogi vence estreia do Paulista de Futebol para Amputados

Atuais tricampeões estaduais começaram a corrida pelo quarto título vencendo o FPA São Paulo por 5 a 1

Foto: Ney Sarmento/PMMC

Com facilidade, craques mogianos patrocinados pelo Corinthians, somaram os primeiras três pontos no torneio
O Parque da Cidade foi sede da abertura do 8° Campeonato Paulista de Futebol para Amputados, em partidas que aconteceram no sábado passado. Nos jogos da primeira rodada da competição, o Corinthians Mogi, atual tricampeão do torneio, estreou com vitória por 5 a 1 contra o FPA São Paulo. Os gols da equipe mogiana foram marcados por Alan, que fez dois, Digo, Formiga e Rogerinho. Nas outras partidas da rodada, o AMDA Minas bateu o Instituto Só Vida, de Mogi das Cruzes, por 1 a 0, enquanto a Ponte Preta venceu o Bola Pra Frente, por 2 a 0.
O secretário municipal de Esporte e Lazer, Nilo Guimarães, fez a abertura do evento e elogiou o envolvimento de todas as equipes. "O paradesporto é muito valorizado em Mogi das Cruzes e funciona como uma ferramenta de inclusão social", afirmou.
O presidente da Confederação Brasileira de Paradesporto, Ademir Cruz de Almeida, também falou sobre inclusão. "Essa é mais uma oportunidade para reafirmarmos que a vida continua e que somos capazes de viver grandes emoções", disse.
O motorista Heber Eliel Leopoldino, de 32 anos, é um atletas que estiveram no Parque da Cidade na manhã de sábado. Ele sofreu um acidente em 2013, quando voltava do trabalho, entre Campinas e Indaiatuba, no interior de São Paulo. Condutor de ambulância, ele perdeu a perna esquerda e hoje serve de exemplo de superação. "Voltei a trabalhar em 2015 e desde agosto do ano passado já estou dirigindo novamente. Continuo na área da saúde, só que em vez das ambulâncias, agora faço o transporte sanitário dos pacientes para exames, consultas e outros tratamentos. São pessoas que enfrentam momentos difíceis e que sempre me perguntam como eu consigo. E eu digo: basta querer", contou ele, que é zagueiro no time da Ponte Preta.
Em Mogi das Cruzes, 36 atletas fazem parte do projeto de futebol para amputados. Os treinamentos são realizados duas vezes por semana, às quartas-feiras à noite na quadra da Universidade de Mogi das Cruzes e aos sábados no Sesi. Além disso, a equipe tem à disposição as quadras de grama sintética do Parque da Cidade.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos