Variedades
Publicada em 18/03/2017 - 00h16min

"Cabras - Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam"

Galpão recebe peça da Cia. Balagan

Foto: Divulgação

A produção apresenta vinte crônicas independentes, e a guerra é o tema central
O Galpão Arthur Netto recebe hoje e amanhã, às 20 horas, o espetáculo "Cabras - Cabeças que Voam, Cabeças que Rolam", da Cia. Balagan. As apresentações acontecem via Proac e os ingressos serão distribuídos a partir das 18 horas e serão vendidos no esquema "pague quanto puder". O espaço cultural fica localizado na avenida Fausta Duarte de Araújo, 23, no Jardim Santista. Informações: 3433 - 9841. A indicação é para maiores de 12 anos.
A produção traz vinte crônicas independentes, e a guerra é o tema central. A vingança, o ethos guerreiro, o inimigo, os conflitos parentais, o nomadismo são narrados ou cantados por vozes humanas, de animais e, ainda, vozes de seres (natureza e objetos), que revelam suas perspectivas, delimitam o território e a aventura de estar fora dele. A composição dramatúrgica foi criada por Luís Alberto de Abreu e Maria Thaís, e as crônicas escritas por Luís Alberto de Abreu.
Elas estão organizadas no espetáculo em quatro partes: A Guerra parental (em que as tensões entre grupos familiares podem reacender-se ao menor vento). Guerra-Fé, a inscrita nos corpos marcados pela escravidão do negro, pela dizimação cultural do índio, pela submissão do mestiços. Guerra-Festa, que permite a inversão do mundo ou a criação de um planeta sem fronteiras. E, finalmente, a Guerra - Fogo, Paz, Fogo, que traz a inevitável alternância entre guerra-paz-guerra, dos cabras "que não se espantam com a aspereza das pedras".
A peça está indicada em três categorias do Prêmio Shell 2016 - Iluminação, Figurino e Música. Recebeu indicações ao Prêmio APCA, na categoria Dramaturgia e ao Prêmio Aplauso Brasil nas categorias Direção, Iluminação, Figurino e Espetáculo de Grupo.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos