Região
Publicada em 18/05/2017 - 22h05min

Fernanda Fernandes
Repercussão

Novo escândalo político traz impacto à economia da região

Segundo avaliação do Ciesp, a economia regional também pode sofrer instabilidade com o caso de corrupção

O escândalo político envolvendo o presidente da república, Michel Temer (PMDB), e o senador Aécio Neves (PSDB) repercutiu entre os deputados da região. Para os parlamentares, o momento político do Brasil é delicado e pode gerar grandes impactos ao cenário econômico, que já assola o País, além de reflexos graves e uma instabilidade ainda maior para a economia regional, segundo a avaliação do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) do Alto Tietê.
Na noite de anteontem, foi divulgado pelo Jornal O Globo, que o empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa JBS, gravou uma conversa em que o presidente da República Michel Temer autorizou o repasse de propina para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, que foi preso no âmbito da operação Lava Jato.
A deputada federal Yolanda Keiko Ota (PSB), destacou a instabilidade econômica como consequência do escândalo, além do fato de o País ter cerca de 14 milhões de desempregados. "Na Câmara dos Deputados, é difícil prever o futuro. Mas eu temo que essa instabilidade prejudique as pessoas que precisam de um emprego, que estão nos hospitais públicos esperando atendimento, porque é uma tensão que pode gerar ainda mais violência", disse.
Para o deputado federal Roberto de Lucena (PV), o momento político do País é grave e o impacto será negativo. "Imediatamente tende-se a um agravamento da crise econômica, infelizmente. A longo prazo, as reflexões necessárias poderão resultar em um País diferente do que somos hoje, com uma nova consciência ética e política", avaliou o político.
O deputado estadual Estevam Galvão (DEM) lamentou os acontecimentos. "No momento em que a economia começa a dar os primeiros sinais de otimismo, crescimento e geração de empregos, quando começamos a sair da recessão, acontece uma hecatombe, que pode prejudicar e muito o nosso País. A tristeza é pelo Brasil e pelo povo, independente de partido político", enfatizou o parlamentar.
Para o deputado estadual Marcos Damásio (PR), a situação compromete a credibilidade de Temer, o que deixa a situação política do País ainda mais delicada. "Vivemos um momento extremamente negativo com a falta de credibilidade política e de lideranças para conduzir o nosso País", avaliou o parlamentar. "Espero que o povo brasileiro amadureça, participe com mais interesse na política e valorize o seu voto. Que possamos aprender com toda essa crise e com as dificuldades que estamos enfrentando".
Para a economia regional, o escândalo pode gerar reflexos graves, além da instabilidade do mercado, segundo a avaliação do diretor do Ciesp Alto Tietê, José Francisco Caseiro. "É extremamente prejudicial que isso aconteça num momento em que a economia dava sinais de recuperação e que são discutidas importantes reformas previdenciária, trabalhista e tributária, para ajudar o Brasil a reencontrar o caminho do crescimento", disse. "Lamentável o que está ocorrendo. Nosso dever é cobrar que os envolvidos sejam identificados e penalizados exemplarmente; criar mecanismos para que novos acontecimentos dessa natureza não ocorram mais; e não permitir que o povo seja massa de manobra de interesses políticos que estão aquém do bem do País".
Para o deputado estadual André do Prado (PR), esse "é um momento muito delicado que estamos passando no nosso País. Acredito que, ao se confirmar as denúncias contra o presidente Michel Temer, a governabilidade do País será praticamente impossível".
  • Estevam: 'Quando começamos a sair da recessão ocorre isso'
  • Roberto de Lucena: 'Uma nova consciência ética é preciso'
  • Prado: 'Governabilidade fica praticamente impossível agora'
  • Keiko: 'Temo que essa crise afete quem precisa de emprego'
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos