Artigos
Publicada em 27/07/2017 - 22h11min

Andréia Gonçalves

Volta às aulas

Entendo que a ânsia de aprender nunca deve morrer dentro de nós. Devemos sempre buscar o conhecimento de todas as formas possíveis. Não temos tempo a perder, independentemente da idade que tenhamos.
Indo trabalhar um dia desses, olhando como sempre minhas redes sociais, encontrei uma notícia de um curso que julguei interessante na Etec, em São Paulo. Pensei e por que não?
Na verdade, foi uma daquelas situações em que nem pensei muito: entrei no site, olhei o conteúdo da prova que teria que fazer, fiz a inscrição e ao término da viagem, já estava com todos os dados para pagar a taxa solicitada.
Expectativa criada, planos feitos e internamente fazendo um trabalho psicológico, pois durante seis meses teria que acordar cedo aos sábados, caso fosse aprovada.
Passam-se os dias e chega o momento da prova. É estranho depois de alguns bons anos passar por uma avaliação como essa. O legal foi comprar chocolate para comer durante a prova, mas o frio na barriga também estava lá.
Cinquenta questões à minha frente poderiam ou não me levar de volta aos bancos escolares. Resolvi todas elas em uma hora e meia. Nunca fui de enrolar muito. Ou sei ou sigo a vida, no chute mesmo.
Em uma semana, o gabarito oficial foi liberado e a primeira fase foi bem satisfatória: 35 pontos, dos 50 que poderia ter feito. Considerei um bom resultado, mas havia a lista final. Aproximadamente 180 candidatos, para 30 vagas.
Quando depois de mais uma semana sai a lista final, vejo a minha colocação: 12º lugar. Estava, enfim, classificada para o curso. Tinha uma semana para separar a documentação, entre elas histórico escolar do fundamental e do médio.
Tinha um dia para tratar disso e no desespero crônico que acomete pessoas que deixam tudo para última hora, fiz ligações intermináveis, saí mais cedo do trabalho e no último minuto os consegui.
Hoje, já com a matrícula feita, posso garantir que acordei cedo no sábado feliz, por essa conquista e aproveito para dizer: corram atrás disso! É sempre muito bom fazermos algo para nós mesmos.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos