Autonews
Publicada em 26/08/2017 - 20h55min

Claudia Irente
Diferencial

Segurança é um dos principais destaques do Polo Geração 6

Mais recente lançamento da Volkswagen passou por inúmeros testes para minimizar danos em caso de acidente

Preocupada em desenvolver um produto único no mercado automotivo brasileiro, a Volkswagen aposta no reforço dos itens de segurança do novo Polo, que será lançado no final de setembro e comercializado já a partir de novembro nas concessionárias. Na quinta-feira, além do novo design (leia mais na página 4), o Polo Geração 6 foi mostrado aos jornalistas de forma bastante técnica, onde todos os pontos fortes do novo hatch da marca foram detalhados.
De acordo com o executivo da VW Gustavo Schmidt, pesquisas mostram que 30% dos acidentes fatais acontecem em colisões frontais com carros que possuem nota de 0 a 1. "O mais alarmante disto é que cinco dos dez automóveis mais vendidos no Brasil têm nota entre 0 e 1", justificou.
Antonio Carnielli Júnior, da Engenharia de Acabamento, Carroceria, Segurança e Pré-Desenvolvimento da montadora, a segurança veicular foi testada em inúmeros "crash tests". Por exemplo: há compartimentos com espuma para absorver melhor o impacto, no caso de determinadas partes do corpo baterem em caso de acidente, e cintos com pré-tensionador e limitador de carga, que também conferem maior proteção ao condutor e ocupantes do carro se houver alguma batida. Mas, o destaque maior fica por conta dos quatro airbags instalados (sendo dois frontais e dois laterais).
O novo Polo, que estima-se que seja comercializado no valor de até R$ 70 mil, em média, poderá vir com três opções de motores: 1.0 aspirado, 1.6 MSI e 1.0 TSI (turbo de injeção direta).
Os crash tests mostrados à Imprensa em vídeos foram os frontais, laterais e laterais em poste. Foi exibido o acionamento do travamento do cinto e a abertura dos airbags, quadro a quadro, em poucos segundos, demonstrando a eficiência desses itens de segurança no veículo. Também há sensor de afivelamento com alerta visual e sonoro do cinto de segurança. Testes de batidas com bonecos simulando crianças em cadeirinhas especiais homologadas pela Volks também foram exibidos, mostrando a eficácia dos sistemas ISOFIX® e top-tether para fixação de dispositivos de retenção infantis. 
Sistema de anti-furto (giro livre) é outro acessório de segurança no automóvel, que tem ainda todos os bancos traseiros com apoio de cabeça, faróis duplos (com profundidade de alcance acima dos que existem na concorrência) e destrave das portas por sensor de presença (opcional na maçaneta).
  • Novo Polo - Evento Volkswagen
  • Foco dos diversos testes realizados pela montadora Volkswagem é diminuir os danos dos ocupantes do veículo e pedestres nos impactos em casos de acidentes

Minimizar impactos é o maior objetivo

Concebido com uma mistura de aços, sendo 50% de material de ultra-alta resistência, o novo Polo foi projetado para minimizar o impacto e distribuir melhor a energia na ocorrência de colisões, preservando ao máximo o motorista e passageiros. Inclusive, em batidas a baixa ou média velocidades (15 km/h), o nível de danos é extremamente baixo. A segurança no novo Polo foi pensada até mesmo para os pedestres, em caso de atropelamentos.
Conforme demonstrado no workshop preparado pela Volkswagen aos jornalistas na última quinta-feira, na sede da montadora, a carroceria teve suas linhas planejadas de forma que, se alguém for atropelado a 40 km/h em uma colisão traseira, ou seja, quando o veículo estiver se movimentando de ré, o efeito demonstrado nos crash tests foi o de "catapultar" a vítima e não fazer com que a pessoa caia embaixo do veículo. Crash test com a vítima atropelada em batida frontal também foi realizado e, segundo a equipe da Volks, o veículo foi construído de forma a fazer com que o carro absorva a maior parte da energia e não a pessoa e, por isso, a mistura de aços ultra-resistentes com outros mais leves.
"Trata-se da rigidez em busca do conforto e da leveza combinada com a alta performance. É como desenvolver uma cadeira de plástico que seja leve, porém, com a rigidez que tem em uma cadeira de aço", exemplificou o executivo Carnielli Júnior. (C.I.)

Itens decisivos na compra de um carro*

1º) 31% Design
2º) 28% Experiência anterior
3º) 23% Preço
4º) 14% Marca
5º) 8% Consumo
* Conforme pesquisa divulgada pela Volkswagen sobre o perfil dos consumidores brasileiros.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos