Cidades
Publicada em 13/09/2017 - 19h39min

Construção civil

Três municípios da região têm saldo negativo de empregos

Pesquisa do SindusCon revela baixa geração de vagas de trabalho em Suzano, Itaquaquecetuba e Guararema

Foto: Divulgação

Perda ocorre em vários setores da Construção Civil
A pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), apontou saldo negativo no número de empregos formais em três cidades do Alto Tietê no mês de julho.
Pela ordem, Guararema registrou a maior perda, com menos 31 postos de trabalho, seguida por Suzano (-28) e Itaquaquecetuba (-14). Apresentaram saldo positivo Poá, com um aumento de 12 postos, e Mogi ( 5).
Em julho, na comparação com junho, registraram alta os segmentos Infraestrutura (1,04%), Preparação de terreno (0,81%) e Engenharia e Arquitetura (0,77%). Na outra ponta, Obras de instalação e Incorporação de imóveis tiveram baixa de 1,32% e 0,27%, respectivamente.
Em 12 meses, todos os segmentos apresentam queda, sendo as maiores baixas em Imobiliário (-13,66%), Obras de acabamento (-11,97%) e Preparação de terreno (-10,55%).
Estado
Com a alta de 0,09% no emprego em julho na comparação com o mês anterior, o estoque de trabalhadores aumentou de 674,8 mil para 675,4 mil em julho, ou seja, 585 empregos a mais no setor em todo o Estado. Em 12 meses, são menos 72.578 trabalhadores no setor (-9,70%). Desconsiderando a sazonalidade, houve redução de 0,46% (-3.102 vagas).
Na comparação julho contra junho houve alta nos segmentos Infraestrutura (1,29%), Engenharia e Arquitetura (0,56%) e Obras de instalação (0,04%). Registraram queda, Obras de acabamento (-0,52%), Imobiliário (-0,20%) e Preparação de terreno (-0,17%).
Na capital, que responde por 42,97% do total de empregos no setor, a queda em julho na comparação com o mês anterior foi de 0,24% (-709 vagas). Em 12 meses, São Paulo registra retração de 11,58% (-37.998 vagas).
Entre as Regionais do SindusCon-SP, Santos (-0,96%), Presidente Prudente (-0,75%) e Ribeirão Preto (-0,38%) tiveram baixa. As maiores altas foram em Santo André 1,41% e São José dos Campos (1,09%).
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos