Cidades
Publicada em 13/09/2017 - 21h03min

Luana Nogueira
entulho

CEV quer instalação de usina de reciclagem na Volta Fria

Estrutura ficaria onde deverá ser construída a usina de asfalto; parcerias serão firmadas com empresas

Foto: Diego Barbieri/CMMC

Lino e Farofa visitaram usina de resíduos na Volta Fria
A Comissão Especial de Vereadores (CEV) do lixo vai propor a instalação de uma usina municipal de reciclagem de entulho de construção civil na região da Volta Fria. De acordo com o presidente do grupo, Antonio Lino da Silva (PSD), a Prefeitura de Mogi já manifestou a intenção de instalar uma usina de asfalto no local e o serviço de reciclagem ocuparia o mesmo espaço. A comissão visitará na próxima semana as cidades de Americanas e Jundiaí para conhecer a tecnologia utilizada.
Nesta semana, Silva e o vereador Francimario Viera de Macedo (PR), o Farofa, visitaram uma empresa que recicla entulho de construção civil também na Volta Fria. Segundo o presidente, uma parceria pode ser pensada entre a iniciativa privada e a administração municipal. "A empresa informou que a durabilidade e resistência dos materiais equivale a 72% do novo. Hoje, temos 723 quilômetros de estradas vicinais que poderiam aproveitar isso, pois é um produto mais barato. Temos ainda o Cata Tranqueira que poderia destinar as madeiras para a empresa em forma de parceria", disse.
Em relação à usina de reciclagem de entulho, Silva informou que a Prefeitura conta com 49 alqueires na região da Volta Fria. "Fui informado pelo prefeito Marcus Melo (PSDB) que na Volta Fria já existe um processo bem adiantado para se instalar em frente ao antigo lixão uma usina de asfalto. Se colocarmos a usina de reciclagem junto, vamos economizar tempo e não está no meio da cidade. Queremos participar das discussões. Essa seria uma solução para o descarte irregular de entulho", destacou.
A criação da usina de asfalto na Volta Fria foi anunciada pela Prefeitura há pouco mais de um ano. Em julho de 2016, a estimativa era que a obra custaria cerca de R$ 1,5 milhão. Na época, com a unidade da Pedreira desativada, a administração municipal estava comprando asfalto para realizar o serviço de tapa-buraco. 
A comissão visitou as cidades de São Carlos e São José do Rio Preto para conhecer as tecnologias usadas por elas. Silva afirmou que o próximo passo do grupo será acompanhar a destinação do lixo industrial e hospitalar de Mogi. "Outra questão que pretendemos abordar é sobre os pneus que estão espalhados pela cidade. Também temos que melhorar os Ecopontos. Mogi, pela sua extensão e tamanho, teria que ter 23 funcionando", acrescentou.
Solução
A Comissão de Meio Ambiente e Urbanismo vai vistoriar amanhã, às 14 horas, o parque Leon Feffer, em Brás Cubas. De acordo com o presidente doo grupo, Otto Rezende (PSD), o objetivo é verificar a infraestrutura do local e as deficiências do espaço. "O secretário do Verde e Meio Ambiente, Daniel Lima, vai acompanhar a comissão. Queremos saber por que o Leon Feffer não tem um grande movimento. Se verificarmos o Centenário e o da Cidade vamos notar uma grande disparidade", ressaltou.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos