Editorial
Publicada em 19/09/2017 - 22h31min

Bicicletas

Há dois anos, mais ou menos, um dos assuntos mais comentados na região do Alto Tietê era o investimento de Prefeituras em áreas para ciclistas. Ciclovias, ciclofaixas e ações de incentivo ao uso da bicicleta estavam nas manchetes e reportagens do jornais. Após o período mais complicado da crise econômica e a mudança de governos, o assuntou esfriou e não vemos o crescimento "esperado" de pessoas utilizando bicicletas nas cidades.
Em Mogi das Cruzes, algumas ruas do centro ainda estão pintadas com as faixas que seriam exclusivas para ciclistas aos domingos -
um projeto que não teve sequência e que não atraiu tantas pessoas como se esperava. Suzano e Itaquaquecetuba também queriam beneficiar esses usuários e prometeram áreas em seus parques. Na região, também há estações de trem com seus bicicletários, como Suzano e Calmon Viana, que foram reformadas nos últimos anos. Porém, a verdade é que as ruas continuam cheias de automóveis e andar de bicicleta na região é mesmo um perigo.
Os casos de atropelamento de ciclistas ainda acontecem em grande número, como prova a página policial dos jornais Mogi News e Diário do Alto Tietê (Dat) que, constantemente, publica acidentes do tipo nas cidades da região.
Mogi ainda oferece uma ótima estrutura, principalmente aos finais de semana. Muitas pessoas andam de bicicleta pela Avenida Cívica, na trilha para Sabaúna ou na ciclovia da avenida Francisco Rodrigues Filho, entre os bairros Mogilar, Rodeio e César de Souza. Mas, durante a semana, fazer da bi=ke um meio de transporte para o trabalho, por exemplo, ainda é loucura.
A vontade de incentivar o uso deste veículo é essencial. O trânsito na região é intenso e novas ideias precisam ser estudadas. Apesar de utópica, a ideia de um metrô interligando os centros e principais bairros do Alto Tietê seria uma solução perfeita. A opção mais barata, e saudável, é criar condições para o uso das bicicletas. No entanto, para dar certo, é preciso acreditar e continuar com esse objetivo, para que num futuro próximo isso se torne uma realidade.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos