Tribuna
Publicada em 12/09/2017 - 22h40min

Cibelli Marthos

Tribuna

Agentes
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) autorizou a admissão de mil novos funcionários para o sistema penitenciário. Até agora foi feita a nomeação de 800 agentes de segurança do sexo masculino, cem agentes de segurança do sexo feminino e cem agentes de escolta e vigilância penitenciária.
Transferências
Com essas nomeações, a Secretaria da Administração Penitenciária terá condição de atender diversos pedidos de servidores que pleitearam transferências para unidades penais sediadas nas regiões onde residem.
Superlotados
Após curso de formação, os novos agentes poderão trabalhar tanto nas 168 unidades prisionais existentes quanto nas demais que serão posteriormente inauguradas. A expectativa é que pelo menos alguns sejam encaminhados para os CPDs de Suzano e Mogi, que estão superlotados, atendendo mais que o dobro de suas capacidades, conforme matéria publicada pelo Dat no último sábado.
Mortalidade
O Hospital e Maternidade Ipiranga de Arujá se manifestou sobre o posicionamento da Prefeitura de Arujá quanto à taxa de mortalidade infantil registrada na cidade, a maior da região. Na ocasião, o governo atribuiu seu quadro desfavorável à desativação da Maternidade da Amil em Mogi das Cruzes e ao fato de que toda a demanda foi transferida ao Ipiranga de Arujá.
Abaixo
Segundo a instituição, a taxa de mortalidade em sua Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal é de 1,2%. O hospital destaca ainda que absorveu apenas 5% dos atendimentos que eram realizados pela maternidade do Hospital Ipiranga de Mogi, em janeiro de 2016.
Impactos
"Dessa forma, não é plausível associar este fato a impactos sobre a qualidade dos seus serviços médicos. O hospital reitera que monitora regularmente o desfecho clínico dos procedimentos que realiza e mantém altos níveis de satisfação em sua maternidade", informou, em nota.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos