Polícia
Publicada em 16/09/2017 - 21h02min

Crime Organizado

Mulheres são detidas pelo Gaeco em Mogi

Marcela Lúcia Andreo de Moraes e uma outra mulher, que não teve nome revelado, foram presas acusadas pela Justiça de lavagem de dinheiro

Foto: Juliana Oliveira

Ocorrência foi registrada no 1º DP de Mogi das Cruzes
Uma mulher identificada como Marcela Lúcia Andreo de Moraes Faria, que seria comerciante e dona de uma loja no Parque Monte Líbano, foi presa anteontem à tarde, em Mogi das Cruzes, após mandado de prisão emitido pela Justiça Criminal da cidade. Uma outra mulher foi detida com ela pelo mesmo crime, mas a polícia não divulgou o nome desta acusada. O pedido para que ela fosse detida partiu do Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
De acordo com o MP, Marcela é acusada dos crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens. Além dela, outra mulher também foi presa pelo mesmo crime. Ambas foram levadas para o 1º Distrito Policial de Mogi.
Em contato com a reportagem, o comando do 17º Batalhão informou que foi até a casa da suspeita para realizar a prisão. A ação ocorreu na rua Agnello Marchi, no bairro da Vila Oliveira. Ainda segundo a Polícia Militar, foi Marcela quem atendeu os policiais. Por fim, o comando do 17º destacou que a mulher seria membro do Primeiro Comando da Capital (PCC).
O MP revelou que uma operação foi deflagrada para combater um grupo que agia em Mogi e Suzano na lavagem de dinheiro no começo deste mês. Mandados de prisão e de busca e apreensão foram emitidos para as duas cidades e no dia 5, com a ajuda da Polícia Militar, o Gaeco cumpriu cinco mandados nos dois municípios. O caso tramita na 1ª Vara Criminal de Mogi.
As primeiras prisões ocorreram nos bairros Alto do Ipiranga, Vila São Sebastião e Vila Nova Cintra. Na primeira, um empresário, 36, foi detido dentro da casa onde mora, em um condomínio.
No imóvel ainda foi localizada uma arma de fogo com o acusado. Na segunda, um vendedor, 37, foi detido também dentro da residência, na Vila Nova Cintra. E por fim, um autônomo, 40, que foi preso na Vila São Sebastião com diversas folhas de cheque, extrato de bancos e celulares que guardava em casa. O MP informou que uma pessoa ainda está foragida.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos