POP TV
Publicada em 09/09/2017 - 19h11min

Sucesso infantil

Foto: Reprodução/TV Cultura

"Castelo Rá-Tim-Bum" marcou época na TV Cultura
A TV Cultura sempre se notabilizou por funcionar como um grande laboratório de ideias, investindo em produtos que, por sua originalidade, não eram, na época, aceitos pelas emissoras comerciais. E "Castelo Rá-Tim-Bum" foi um de seus maiores (se não o maior) acertos, conquistando uma audiência inédita para uma televisão pública, chegando a atingir a média de 14 pontos. Uma exposição sobre o programa segue em cartaz até o dia 30 de setembro no Memorial da América Latina, em São Paulo. Informações: ratimbumocastelo.com.br.  
O programa foi criado pelo dramaturgo Flávio de Souza e o diretor Cao Hamburger, com roteiros assinados por profissionais como Dionísio Jacob, Cláudia Dalla Verde, Bosco Brasil, Marcelo Tas e Anna Muylaert, além dos bonecos criados por um mestre, Jésus Sêda. A estreia aconteceu em 9 de maio de 1994 e ficou no ar até 24 de dezembro de 1997, totalizando 90 episódios e um especial.
Em um castelo cenográfico, viviam o jovem feiticeiro Nino (Cássio Scapin), seu tio Victor (Sérgio Mamberti), um feiticeiro e cientista, e sua tia-avó Morgana (Rosi Campos), também feiticeira. As aventuras de Nino eram temperadas por lições educativas.
O jovem feiticeiro convivia com animais falantes, como a cobra Celeste, e até um extraterrestre, o Etevaldo. Os inimigos eram representados pelo Dr. Abobrinha, um especulador imobiliário. Exibido no horário noturno, entre 19 horas e 19h30, "Castelo Rá-Tim-Bum" logo cravou 8 pontos em sua estreia, e, em pouco tempo, ultrapassou os 10 pontos. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos