Editorial
Publicada em 25/11/2017 - 19h32min

Revolução Industrial

A gama de profissões vem aumentando, principalmente neste século, e não necessariamente as crianças e jovens de hoje se limitam a pensar nas atividades vistas como mais tradicionais, como Medicina, Engenharia e Direito. Isso não significa que os meios mais convencionais de atuação no mercado de trabalho estejam ultrapassados, de maneira nenhuma. Mas, junto com a tecnologia, o mundo evoluiu e, com tantas novas profissões surgindo, mesmo em um período complicado para conseguir um emprego, o mercado de trabalho se mostra muito mais expansivo do que antigamente - pelo menos no que diz respeito ao leque de profissões.
Por isso, o convênio assinado na semana passada pelos prefeitos do Alto Tietê com o Sebrae São Paulo, intitulado Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos, é de grande importância e vem para auxiliar os futuros trabalhadores do Brasil a conhecerem mais as demandas do mercado.
Assim, este programa leva aos alunos da rede municipal de ensino a metodologia de educação empreendedora, o que não quer dizer que despertará o espírito empreendedor em todos os estudantes. Embora muitos deverão se interessar pelo empreendedorismo por meio deste programa do Sebrae, ele é importante principalmente por expandir o conhecimento de todos os futuros profissionais, já que é um meio de compreender melhor o que lhes espera quando já estiverem atuando profissionalmente, independentemente do setor.
A verdade é que muitas crianças irão atuar no futuro em áreas que nem sequer ainda existem. Com a criação de tantas startups e o meio tecnológico crescendo em ritmo acelerado, demandas novas vêm surgindo e muitas outras ainda serão impostas aos futuros profissionais.
Como disse o presidente do Sebrae Paulo Skaf durante a assinatura do convênio com a presença de mais de 100 prefeitos, estamos em plena a 4ª Revolução Industrial. Por isso, é preciso estar atualizado desde cedo e previamente preparado para um mercado de trabalho totalmente diferente do encontrado antigamente.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos