Artigos
Publicada em 21/12/2017 - 21h44min

José Antonio Ferreira Filho

Ordem do dia

Natal: data de festejos tão esperados, dos enfeites de época, do presépio cristão, das ruas e casas adornadas, do sentimento terno que naturalmente brota nos corações ao lembrarmo-nos do aniversariante Jesus Cristo. Uma especial ocasião para tirar do foco o amargor tão destacado pelas mídias e que pouco a pouco vem encharcando a sociedade em um clima de ódio contra tudo e todos. Cristo nasceu e viveu em meio a uma situação muito parecida, onde o ódio exalava, principalmente contra a dominação romana sobre Israel, em meio a grupos insuflados pelo desejo de guerra e sangue, nas facções políticas e religiosas. Pois é: o ódio era a ordem do dia também naqueles tempos e ao contrário, o amor e a reconciliação era a mensagem que Cristo trazia aos homens, a bem dizer, aos homens de boa vontade.
Não há dúvidas que de má vontade este mundo está cheio, aliás também de maldade, egoísmo, vaidade e ódio propriamente dito abundando e surgindo desde cedo. Neste mês, a Imprensa noticiou um caso de Itatiba (SP), onde um Papai Noel que entregava balas a crianças, ao término das guloseimas, passou a ser apedrejado pelas próprias... pasmem: crianças. Isto é ódio incutido desde a infância.
Um juiz de direito, na Baixada Santista, dias atrás, foi agredido fisicamente em plena audiência, e isto em um juizado de conciliação cível. Alguém ainda duvida dos rumos que nossa sociedade está tomando? Leis e Justiça serão inócuas se permitirmos a continuidade deste clima de ódio que vem dominando nosso país.
É preciso abrir nossos corações e reencontrarmos o amor divino que Cristo nos pede quando, em singelas palavras resumiu os dez mandamentos em dois: "ama a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo". Que o resgate do amor seja a nova ordem do dia, o verdadeiro presente que entreguemos uns aos outros em nossa sociedade; o amor de Cristo a dominar nossos corações; e o façamos logo, pois o amanhã pode vir a ser muito tarde para toda esta geração.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos