Polícia
Publicada em 28/12/2017 - 21h55min

Claudia Irente
Violência

Homem é executado a tiros em Suzano

Polícia Militar ainda não identificou a vítima; ela foi encontrada na estrada Matsuzaki, no bairro Vila Cabrera, com diversos disparos pelo corpo

Foto: Divulgação

Encontro do corpo foi registrado na Delegacia Central
O corpo de um homem desconhecido, morto a tiros, foi encontrado ontem de manhã na estrada Matsuzaki, no bairro Vila Cabrera, em Suzano. O sargento Paiva, do 32º Batalhão da Polícia Militar, foi o primeiro a chegar no local e, na sequência, compareceram o cabo Sione e o soldado Everton, que ficaram aguardando a perícia e encaminharam os dados da ocorrência para o plantão da Delegacia Central.
De acordo com a PM, a vítima não tinha nenhum tipo de identificação e aparentava ter recebido quatro tiros na nuca e um no braço direito. O homem vestia camiseta branca e bermuda verde e teria entre 25 a 35 anos. O cadáver foi conduzido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde ficará para eventual reconhecimento de familiares. 
Possíveis testemunhas do crime também não foram localizadas e o caso será repassado para o Setor de Homicídios (SH) de Mogi das Cruzes, que investigará as pistas que possam levar à elucidação do crime.
Bárbaro
Em Santa Isabel, um marido foi acusado de assassinar a esposa, 28, que estava grávida de cinco meses, provavelmente com um disparo de espingarda calibre 12 à queima-roupa na barriga. O feto teria sido atingido na cabeça.
O motivo da barbárie não foi revelado, porém, sabe-se que o suspeito já teria ameaçado a mulher e a agredido em outras ocasiões.
A mulher chegou a ser socorrida e levada para um hospital, mas não teve chances de sobrevivência, assim como o bebê. 
O marido dela chegou a contar outra versão para a Polícia Militar, que encontrou o casal em um carro, estando ela gravemente ferida no abdômen, ao ir atender um acidente de trânsito na estrada do Monte Negro, no próprio município.
À PM, a versão inicial era de uma tentativa de roubo, seguida pela perda da direção por parte do acusado e a colisão. Ao irem para a propriedade onde marido e mulher eram caseiros e encontrarem manchas de sangue no imóvel e o interior bagunçado, os policiais desconfiaram da história. Eles constataram ainda que o homem seria usuário de drogas e que exalava odor etílico. O homem foi preso e levado para a delegacia da cidade. 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos