Cidades
Publicada em 26/01/2018 - 23h34min

Itaquá 2

Prefeitura apresenta a rede de serviços sociais

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, apresentou os serviços oferecidos pela municipalidade às pessoas em situação de rua, em palestra realizada na Defensoria Pública do Estado de São Paulo, na manhã de ontem.
A secretária da pasta, Joerly Nakashima, a dona Jô, integrou o evento.
Ela falou da importância da humanização, durante o atendimento voltado a essas pessoas, e ainda sobre a união do Poder Público e sociedade civil. Essa união, de acordo com ela, é fundamental para a inserção daqueles que estão em situação de rua no seio familiar e também no mercado de trabalho.
"O objetivo é colocarmos eles novamente ao convívio da sociedade, com o fortalecimento de vínculos e os projetos que proporcionam acesso a uma profissão", disse a esposa do prefeito Mamoru Nakashima (PSDB), que possui formação social.
Para isso, todo o trabalho do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) foi explanado aos estagiários da Defensoria Pública.
O órgão pretende instituir, a exemplo do que já ocorre no serviço municipal, o atendimento especial a este público.
Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, atualmente 905 usuários estão cadastrados no Centro Pop, que fica localizado na rua Araguari, 74, na Vila Virginia, em Itaquá.
Deste total, conforme explicou a coordenadora do espaço, Patrícia Pereira Ferraz, em torno de 400 pessoas frequentam o equipamento, com atendimento aproximado em 35 pessoas por dia. 90% são homens com idade entre 25 e 44 anos. Os dados foram passados durante a palestra da técnica.
O trabalho desenvolvido no Centro Pop é feito por equipe técnica e tem como pilares, o fortalecimento de vínculos, com oferta de atividades socioeducativas que estimulam novos projetos de vida, autoestima, organização, afetividade, entre outros.
No local, também são oferecidos alimentação, kits de higiene, roupas e calçados, banho, e um completo atendimento social, dentro das necessidades apresentadas, tais como: encaminhamento para outros serviços da rede municipal, para família e trabalho, cursos e regularização da documentação.
Além do Centro Pop, a secretária de Desenvolvimento Social, a Dona Jô apresentou ainda os demais serviços, como o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e Fundo Social de Solidariedade com as oficinas de geração de renda, e o Acolhimento Municipal. "Estamos em uma constante construção de novos projetos", afirmou.
Evento
O evento voltado ao atendimento inicial às pessoas em situação de rua aconteceu nas dependências da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, no bairro Vila Virgínia, em Itaquá, e contou com a participação de outros palestrantes e de uma pessoa que já esteve em situação de rua.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos