Cidades
Publicada em 29/01/2018 - 20h49min

Luana Nogueira
Saúde

Moradores cobram instalação de tomógrafo na Vila Suíssa

População teme que o aparelho estrague; Prefeitura explicou que funcionamento depende de novas instalações

Foto: Mogi News

População está questionado a demora para colocar o equipamento funcionar
Moradores cobram o funcionamento do novo aparelho de tomografia da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Suíssa. O equipamento foi entregue em dezembro do ano passado e vai substituir um antigo tomógrafo que opera no local. De acordo com a Prefeitura de Mogi das Cruzes, a instalação do novo aparelho depende de uma alteração no sistema elétrico da unidade.
A administração municipal afirmou que a UBS da Vila Suíssa não deixou de prestar o serviço de diagnóstico por imagem. O novo aparelho foi adquirido pela Organização Social Centro de Estudos e Pesquisas Doutor João Amorim (Cejam), responsável pela administração da unidade, sem custos para o município.
O presidente da Associação dos Moradores do Jardim São Pedro e Região, Adalberto Andrade, afirmou que os moradores questionaram a Prefeitura sobre o prazo para a instalação do aparelho, mas não obtiveram resposta. "O aparelho foi comprado no ano passado. Estivemos no posto de saúde e ele continua na caixa. Nossa preocupação é que esse equipamento se deteriore. Quando esses aparelhos ficam sem usar corre o risco de não funcionar. A Prefeitura precisa se posicionar", destacou.
A associação questionou a demora para a instalação do tomógrafo no Ministério Público. "Queremos que o Ministério Público ouça a Prefeitura para saber o que está ocorrendo. O mais difícil que é comprar o equipamento já foi feito, agora precisa colocar para funcionar. Ficamos sabendo que a implantação não foi feita ainda por problemas na rede elétrica, que não comporta. Nosso medo é levarem para outra unidade", ressaltou Andrade.
Por meio de nota, a Prefeitura informou que "A instalação do novo aparelho de tomografia na UBS Vila Suíssa depende de uma alteração no sistema elétrico da unidade, serviço que já está sendo providenciado. O novo equipamento é um modelo mais moderno e preciso para o serviço diagnóstico por imagem ofertado aos pacientes do Sistema Integrado de Saúde (SIS)".
Ainda segundo informações da administração municipal "O antigo equipamento continua atendendo à demanda local e o município conta com mais três equipamentos: Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, em Brás Cubas, Santa Casa de Misericórdia, no Centro, e Hospital Luzia de Pinho Melo, no bairro do Mogilar".
O novo equipamento possui o dobro de resolução de imagem comparado com o antigo aparelho, ele conta com quatro canais (o antigo tinha dois). Outra novidade serão alguns softwares específicos de reconstrução em 3D e remoção de imagens ósseas, melhorando a visibilidade de estruturas vasculares e outros pequenos detalhes. O tomógrafo tem capacidade para 400 exames por mês.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos