Variedades
Publicada em 20/01/2018 - 20h09min

Gustavo Gomes*
Personalidade

Segundo Inicio se destaca ao levar a sua essência ao universo musical

Ao ter um de seus hits entre os mais ouvidos no País, grupo mogiano ampliou os fãs com melodias próprias e ousadas

Foto: Divulgação

Paulo Sérgio, Alan, Ilan e Claytin compõem o grupo
A banda mogiana Segundo Inicio conquista, a cada dia, mais fãs em todo o Alto Tietê e, inclusive, no Brasil. Cantando rock nacional e com estilo inspirado em grupos como Legião Urbana, Red Hot Chili Peppers e System of a Down, a equipe se destaca pela personalidade própria e pelas músicas inspiradas em fatos do cotidiano.
Fundado em 2009 pelo médico e vocalista Paulo Sérgio e o gerente e guitarrista Alan Domingues, o grupo já passou por várias formações, mas sem perder o estilo e a essência. Há dois anos, o professor e baterista Allan Melo e o fiscal ambiental e baixista Claytin Bronx se uniram ao time, inovando os trabalhos. "Nós abordamos temas do dia a dia, desde a situação política do país até uma dor de cotovelo por um amor mal correspondido. Cantamos nossa verdade", detalha o vocalista Paulo ao explicar de onde vem a inspiração para as composições.
Após anos de estrada, em 2016, o conjunto foi convidado para participar da coletânea "New Acts 2", feita nos estúdios do consagrado produtor musical Rick Bonadio (o mesmo que lançou Mamonas Assassinas), e, em agosto daquele ano, o hit "Minha Vez" já era o mais tocado em todo o país, segundo levantamento do Google Top Hits.
Percurso musical
Em seu currículo, a banda coleciona mais de 1,5 milhão de views no YouTube com os clipes de "Verdade Nua e Crua", "Canto da Sereia", "Minha Vez", "Boçal", "Daqui Pra Frente" e "E o Resto?(Os Filhos deste Solo)". Acumulam três participações consecutivas na Expomusic de São Paulo (Feira Internacional de Música) no SP Music Hall, apresentações em programas de tevê, além de tocar em badaladas casas noturnas de todo o Estado de São Paulo e do Brasil.
Para os interessados em conhecer o trabalho desenvolvido pela banda mogiana, basta procurar o perfil Segundo Inicio no Facebook e no Instagram, além do canal do YouTube e VEVO. As músicas do grupo também estão disponíveis nos aplicativos de streaming Deezer, Spotify, Rdio, Shazam e Tidal e nas lojas do Google Play e ITunes. (Texto supervisionado pelo editor)

Banda levanta bandeira em combate ao preconceito

De todas as músicas da banca Segundo Inicio, "Verdade Nua e Crua" é a mais importante aos integrantes. A melodia deu origem ao clipe que teve mais de 1 milhão de visualizações no YouTube e gerou um nome ao novo EP do grupo. Após se destacar em todo o país com a música "Minha Vez", os músicos foram convidados para conversar com uma das maiores gravadoras brasileiras. Mas, para o espanto dos integrantes, o estúdio se recusou a lançá-los na mídia tradicional pelo fato de eles não se adequarem aos padrões de beleza. "Compomos essa música depois que essa gravadora nos disse que éramos velhos, gordos e feios para sermos lançados com o nome deles. Foi um baque para o grupo", contou o vocalista Paulo Sergio.
Arrasado com a situação, a banda decidiu compor uma música que mostrasse que o que realmente importa é o conteúdo, a qualidade musical, e não apenas a aparência física dos integrantes. Para destacar suas indagações, gravaram o clipe pelados, mesmo sendo considerados velhos, gordos e feios. Os comentários do clipe mostraram que a iniciativa se tornou uma bandeira contra toda forma de preconceito e discriminação. A melodia está no EP "Verdade Nua e Crua",  que traz, também três músicas do produtor musical Giu Dada, ganhador de 3 Grammys Latinos com Titãs, NX Zero e CPM22. Os amantes do rock nacional vão apreciar a Banda Segundo Inicio.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos