Cidades
Publicada em 05/02/2018 - 20h48min

Luana Nogueira
Educação

Marcus Melo anuncia 3º Cempre para o distrito de Jundiapeba

Licitação para as obras deverá ocorrer já no segundo semestre desse ano; local terá investimento de R$ 11 mi

Foto: Ney Sarmento/PMMC

Anúncio foi feito durante apresentação de investimentos para a área da Educação
Jundiapeba vai ganhar o terceiro Centro Municipal de Programas Educacionais (Cempre) com capacidade para atender 840 estudantes em período integral. A previsão é que a licitação para contratar a empresa responsável pela obra seja aberta no início do segundo semestre. A administração municipal investirá R$ 11,1 milhões na criação da unidade. A informação foi divulgada ontem pelo prefeito Marcus Melo (PSDB), no Cempre Vereador Ivan Siqueira, durante anúncio dos investimentos na Educação do programa "Move Mogi".
O terreno que fica na rua José Pereira, esquina com as ruas Laurindo Pereira e José Rodrigues Pires, havia sido doado para o Estado construir uma escola estadual, no entanto, como o investimento não foi efetivado, a administração municipal requisitou a devolução da área. "Teremos um investimento de mais de R$ 11 milhões. A licitação será aberta no começo do segundo semestre. Depois que a empresa for contratada, a previsão é que o projeto seja executado no prazo de 18 meses", esclareceu Melo.
O Cempre terá 12 salas de aulas, biblioteca multimídia, sala de informática, sala de dança, sala multiuso e um auditório com capacidade para 122 pessoas, além de um ginásio poliesportivo. "Temos uma demanda enorme na escola Mario Portes. A ideia é fazer o deslocamento dos alunos para o novo Cempre e as crianças da escola João Gualberto, que é de Educação Infantil e funciona em um prédio alugado, para o prédio do Mario Portes. O objetivo é sempre transferir, mas com a ampliação do atendimento", ressaltou a secretária de Educação, Juliana Guedes.
Outro projeto apresentado foi o "Mogi Línguas", que atenderá mais de 300 mil mogianos com idade a partir 16 anos. Serão oferecidos cursos online de inglês, espanhol e francês, em parceria com uma empresa belga. A apresentação das próximas fases do programa será feita no dia 20, às 10 horas no Centro Municipal de Formação Pedagógica (Cemforpe).
O prefeito afirmou que pretende trazer para a cidade uma unidade da Escola Técnica de Economia Criativa (Etecri), que é ligada ao Centro Paula Souza. O espaço oferecerá cursos para os jovens com idade a partir de 16 anos em áreas inovadoras, como mídias sociais, webdesign e recreação.
A Prefeitura também vai adquirir 1,2 mil tablets para as escolas municipais. De acordo com Melo, os equipamentos atenderão todas as escolas municipais que possuem atividades de informática.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos