Cidades
Publicada em 06/02/2018 - 22h42min

Intolerantes

Em uma sociedade tão multicultural quanto a brasileira, infelizmente não é incomum se deparar com casos de racismo e de intolerância religiosa. Pesquisa feita pela associação civil SaferNet Brasil (que também responde pela Central Nacional de Crimes Cibernéticos), divulgada ontem, traça um panorama revelador dos usuários da Internet: em 2017, das 63.698 denúncias de crimes virtuais recebidas, pelo menos 63% eram relacionadas a crimes de ódio.
Ainda de acordo com o levantamento, dos casos mais atendidos pela SaferNet no ano passado, em primeiro lugar se destacou o cyberbullying ou ofensa pela rede virtual, com 359 casos, em segundo dados pessoais com 299 ocorrências, em terceiro lugar o vazamento de nudes com 289 comunicações e, na quarta colocação, fraudes e golpes com 140 registros. Em relação ao cyberbullying e ao vazamento de imagens íntimas, a pesquisa complementou que os fatos são mais comuns em ambiente escolar; o que constitui um dado extremamente preocupante.
Aliás, é interessante observar o comportamento das crianças e adolescentes no meio estudantil, pois é lá que se vislumbra o futuro delas também no mercado de trabalho. Com a velocidade de informações propagadas e jamais alcançadas e controladas a tempo, na Internet, torna-se imprescindível o acompanhamento dos jovens em casa, a fim de perceber quaisquer alterações de comportamento e, assim, conseguir até mesmo evitar uma tragédia.
Ocorre que há uma parcela considerável de intolerantes em diversos setores da sociedade, que só aceitam o que é "comum" e, por conseguinte, podem se tornar inconsequentes. Por isso, a necessidade de vigiar os filhos cotidianamente e educá-los de maneira que entendam que ninguém é melhor do que os outros, que todos somos iguais e que as diferenças não precisam ser combatidas, mas, sim, respeitadas. Sempre bom lembrar que a noção de civilidade e o bom senso começam em casa e que é obrigação dos pais formarem pessoas melhores e mais conscientes do seu dever e papel na sociedade.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos