Cidades
Publicada em 06/02/2018 - 20h56min

Sueller Costa
Sessão ordinária

Câmara de Ferraz recebe Zé Biruta

Após o desafio de equilibrar as finanças municipais ao longo de um ano de trabalho, o prefeito de Ferraz de Vasconcelos, José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, agora, se compromete a tapar os buracos da cidade até julho

Foto: Divulgação

Prefeito prometeu tapar buracos, cuidar da zeladoria e abrir novas creches
Após o desafio de equilibrar as finanças municipais ao longo de um ano de trabalho, o prefeito de Ferraz de Vasconcelos, José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, agora, se compromete a tapar os buracos da cidade até julho. Acompanhado de secretários, o gestor participou pela primeira vez da sessão ordinária da Câmara Municipal, que, após o recesso parlamentar, retomou as atividades na última segunda-feira.
Ele ainda agradeceu o apoio da Casa, e, além dos buracos, garantiu que irá priorizar os serviços de zeladoria, ou seja, manter a cidade limpa. Além disso, o prefeito anunciou a terceirização da iluminação pública. Com isso, o chefe do Poder Executivo espera iniciar o processo de trocas de lâmpadas convencionais por de Led em breve. Hoje, o trabalho de manutenção é feito pela Coordenaria Técnica de Iluminação Pública (Ctip).
Em relação à arrecadação, em 2017, Zé Biruta disse que Ferraz obteve uma receita de R$ 290 milhões, mas, deste total, R$ 150 milhões foram aplicados na folha de pagamento dos quase três mil servidores. "Mesmo herdando uma dívida de R$ 600
milhões já renegociados, estamos quitando os salários de funcionários e pagando os compromissos assumidos. Reduzimos o limite de despesa de pessoal de 56% para 50,5% e temos um superávit de R$12 milhões", comemora o prefeito.
Com o enxugamento da folha de pagamento, o Poder Executivo está abaixo do limite prudencial de 51,30% e do teto máximo de 54% e, portanto, o gestor poderá ter as contas do seu primeiro ano de governo aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). Aliás, a última aceitação das contas municipais pelo órgão foi a de 2004, justamente, durante a segunda passagem de Zé Biruta no comando do município.
Casa nova
No Legislativo, Zé Biruta informou ainda que vai concluir dentro do mandato as obras do prédio próprio da Casa, na Vila Romanópolis. Irá comprar nos próximos dias duas máquinas e transformar um espaço contendo oito andares recém-adquiridos na rua D. João VI, na Vila Corrêa, em centro cívico. O prefeito destacou também que o município atenderá todas as crianças em creches. "Na realidade, não vou decepcionar o nosso povo", concluiu.

Renatinho Se ligue cobra planejamento

Na primeira sessão do ano, o vereador Renato Ramos de Souza, o Renatinho Se Ligue, apresentou um requerimento questionando o plano de governo da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos para 2018

Na primeira sessão do ano, o vereador Renato Ramos de Souza, o Renatinho Se Ligue, apresentou um requerimento questionando o plano de governo da Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos para 2018. A pauta foi a principal discussão entre os parlamentares. No documento, o vereador cobra o planejamento de todas as secretarias municipais para os próximos 11 meses, além de um resumo das ações que foram realizadas em 2017 pelas pastas. De acordo com Renatinho, o requerimento vai ao encontro dos anseios da população, que aguarda um posicionamento efetivo da atual gestão quanto às ações do Poder Executivo.
Segundo o parlamentar, as críticas mais apresentadas pelos munícipes são em relação à iluminação, aos buracos nas ruas da cidade e à falta de execução de serviços básicos de zeladoria. Em sua fala na tribuna, frisou que o abandono da cidade não vem desta gestão. "Há muito tempo, melhorias não são realizadas em nosso município. A população já está esgotada com a ineficiência", afirmou.
O vereador citou ainda que em 2018 a arrecadação do município deve aumentar devido às alterações realizadas no código tributário. Em razão disso, os secretários devem encaminhar com urgência um plano de ação, uma vez que no ano anterior, mesmo com a organização financeira realizada pela prefeitura, não houve ações visíveis à população. "Os cidadãos de bem pagam os seus impostos e esperam que, pelo menos, os serviços básicos sejam oferecidos. Precisamos saber quais são as ações previstas para a Educação, Esporte, Cultura e Saúde. Nós precisamos saber qual o cronograma das secretarias", relatou.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos