Cidades
Publicada em 08/02/2018 - 21h04min

Cibelli Marthos
Itaquaquecetuba

Com obras paradas, Mamoru deixa população sem UBSs

População aguarda há anos pelas unidades, que, ainda em construção enfrentam também atos de vandalismo

A população de Itaquaquecetuba aguarda, em alguns casos há mais de sete anos, a entrega de pelo menos quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que poderiam desafogar o sistema de saúde municipal, já bastante sobrecarregado. Com as obras paradas no Parque Residencial Marengo, Pequeno Coração, no Jardim Scaffid e na região da estrada do Campo Limpo, a cidade enfrenta também atos de vandalismo contra os prédios e contabiliza os prejuízos em relação ao recurso já investido.
O Dat esteve na obra abandonada da UBS localizada na estrada do Campo Limpo. A construção foi iniciada na administração do ex-prefeito Armando Tavares Filho, o Armando da Farmácia, mas desde que o prefeito Mamoru Nakashima (PSDB), que é médico, assumiu a cidade em 2012, nada foi feito para a conclusão do prédio, que está tomado pelo mato. "Não tem nem um tapume para isolar o que já foi feito. Usuários de drogas e bandidos invadem a construção diariamente. A área já foi até usada para estupro de mulheres. Está tudo abandonado. É um grande descaso por parte da Prefeitura e do prefeito Mamoru", relatou o motorista João Batista.
Já na unidade do Parque Marengo, na avenida Gonçalves Dias, a obra aparenta estar terminada, mas o atendimento não foi iniciado para o descontentando da população do bairro. O prédio já está, inclusive, pintado, mas alguns atos de vandalismo já podem ser notados, como vidro quebrado e invasão por parte de pessoas em situação de rua.
O novo posto de saúde do bairro Pequeno Coração, que ficará instalado na rua Pedro Álvares Cabral, s/nº, está com as obras paralisadas desde o ano passado. Questionada na ocasião, a administração municipal atribuiu o atraso a falta de repasse do governo federal. O mesmo motivo foi alegado em relação ao posto do Parque Marengo.
A construção das unidades do Jardim Scaffid e do Jardim Zélia foi iniciada, mas até o momento não foi concluída. A previsão de entrega era 2016, o que não se concretizou, conforme o Dat apurou. Se estivessem funcionando, todos os postos mencionados ofereceriam atendimento com diversos especialistas, entre eles, pediatra, clínica geral e ginecologia.
Resposta
A Prefeitura de Itaquaquecetuba informou ao Dat que as obras nas unidades do Pequeno Coração e Marengo estão em fase final, aguardando a liberação da última parcela da verba por parte do Ministério da Saúde para sua conclusão. Os postos do Scaffid e Jardim Zélia passarão por nova licitação, já que a empresa contratada abandonou a obra e foi penalizada.
Por fim, a administração aguarda a liberação por parte da Caixa Econômica Federal para a realização novo processo licitatório para estas unidades. Sobre o posto da estrada Campo Limpo, que é alvo de constantes invasões, a administração municipal não se manifestou.
  • UBS na estrada do Campo Limpo não teve obras retomadas e está cheia de mato
  • Mamoru não deu continuidade às obras
  • UBS do Parque Marengo parece estar pronta, porém, não presta atendimento
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos