Esportes
Publicada em 05/02/2018 - 23h02min

Novo presidente

Carille está satisfeito com o grupo

Foto: Divulgação

Técnico Carille terá desfalques na partida
O técnico Fábio Carille disse que espera conversar com o novo presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, eleito no último sábado, sobre possíveis reforços para o time. Ele evitou comentar a eleição e disse que, se não vierem novos jogadores, não terá problemas em trabalhar com o que tem à disposição no elenco atualmente.
"Primeiro tenho que ouvir. Se o Andrés falar que neste momento não dá (para trazer reforços), estarei muito tranquilo" disse Carille. "Vamos esperar mais um pouco. Estou muito satisfeito com este grupo de jogadores, podendo improvisar um pouco ali na frente, sem problema nenhum. Mas, se puder vir é bom, todo técnico gosta (de ter opções). Mas primeiro quero saber dele até onde podemos ir".
O técnico aprovou o desempenho da equipe na vitória por 1 a 0 sobre o Novorizontino, no último domingo, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O time chegou aos 12 pontos, abrindo cinco de vantagem sobre o vice-líder Bragantino na liderança do Grupo A.
"Temos de ser muito inteligentes neste momento, por isso quero um grupo forte. Estou muito contente", disse. "Vamos ter que ser inteligentes, conversando com departamento médico e com departamento físico, para não errar e perder algum jogador por um mês. A disciplina tática, todos se empenhando demais, errando muito pouco nesse momento, tudo isso está me chamando a atenção", completou.
O treinador reconheceu que o Corinthians foi mais incisivo no primeiro tempo do jogo no interior paulista e disse que o time está no caminho certo. "A gente não ficou muito com a bola, tomou umas decisões erradas, principalmente em triangulação no segundo tempo. Sabemos que temos que melhorar, mas a vitória mostra que estamos no caminho certo".
Agressão
A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) divulgou nota ontem para repudiar a agressão a repórteres cometida por torcedores durante a eleição para presidente do Corinthians, no último sábado, no Parque São Jorge. Segundo a entidade, profissionais de pelo menos quatro veículos sofreram ataques, desde golpes até ações que dificultaram o trabalho. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos