Artigos
Publicada em 10/02/2018 - 20h39min

Mauro Jordão

Nunca antes

Considerando que o brasileiro tem uma constante preocupação em entender o seu país livros não faltam, que analisam e interpretam a história e a cultura nacional, então, podemos perguntar: Por que continuamos a ocupar uma posição intermediaria no cenário internacional e nunca chegamos a despontar como nação de primeiro mundo?
A maioria do nosso povo não tem afinidade pela leitura, temos muito para ler, porém, poucos leem. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um parâmetro da nossa deficiente formação ética, política e cultural; apenas 8% das pessoas em idade de trabalhar têm o nível de alfabetismo funcional "proficiente", isto é, são capazes de entender e se expressar por meio de letras e números; sem chance para os demais de exercer o voto consciente nas eleições.
Calil Simão, jurista, atual presidente do Instituto Brasileiro de Combate a Corrupção, afirma: "A corrupção social ou estatal é caracterizada pela incapacidade moral dos cidadãos de assumir compromissos voltados ao bem comum (...) os políticos mostram-se incapazes de fazer coisas que não lhes tragam uma gratificação pessoal". Referindo-se aos corruptos da sua época, já dizia no século 17 o famoso padre Antônio Vieira: "Os outros ladrões roubam um homem; estes roubam cidades e reinos".
Alderi Souza de Matos, doutor em história da Igreja pela Universidade de Boston, diz que esta distorção maléfica e perniciosa tem estado presente na vida do país desde os seus primórdios, desde a implantação do governo geral da Bahia em meados do século 16. A Operação Lava Jato, iniciada em março de 2014, tem sido a maior investigação sobre corrupção realizada até hoje no Brasil. Nunca antes na história nacional foram expostas tão abertamente as vísceras apodrecidas da desonestidade estatal, política e empresarial. Nessa operação, em destaque, temos a luta sem trégua do juiz Sergio Moro. Usando o chavão do ex-presidente Lula: "Nunca antes na história deste país...", podemos acrescentar, "... se viu tanta corrupção".
Compartilhe

Video

Mais vistos