Artigos
Publicada em 14/02/2018 - 22h06min

Cedric Darwin

Huck na pista

Embora diga que não é candidato, a inelegibilidade de Lula deve ter mexido com Luciano Huck. Essa talvez seja a única oportunidade real de eleição de um apresentador de TV. Um outsider legítimo, o bom moço já vem sentido a pressão de ser um possível candidato ao Palácio do Planalto. Esse não é um jogo para amadores e não basta apenas um rostinho bonito e intenção de voto, é preciso muito mais para ocupar o mais alto cargo do país.
A notícia que Luciano financiou um jatinho pelo BNDES foi um balde de água fria e já vem causando um desgaste no ex-futuro candidato à presidente. Mas o fato é que Luciano recebeu o aval de Fernando Henrique Cardoso e mantém diálogo aberto com caciques de vários partidos. Todos querem Huck como candidato, é um bom nome, sem passado político, jovem, carismático, famoso e, principalmente, com nenhuma ou baixíssima rejeição, elemento essencial para o sucesso nas urnas.
Se encontrar o amparo político que procura, mudará todo o cenário eleitoral hoje mal rascunhado. O fato é que a tentação é gigantesca, famoso, casado com Angélica e com família de comercial de margarina, Luciano é a alegria de qualquer marqueteiro e partido. A exposição de seu financiamento junto ao BNDES apenas reforça a sua condição de futuro candidato. Para quem é mais informado o empréstimo é uma imoralidade, mas para a maioria do povo brasileiro, que nem sabe o que é BNDES, não faz nenhuma diferença.
Se o povo brasileiro reelege políticos denunciados e investigados na Lava Jato, o financiamento do jatinho de Luciano não é nada. Sua entrada na corrida seria um fato novo interessantíssimo com a real probabilidade de ser eleito. Agora só falta combinar com quem manda na política do país, que certamente não é o povo. Fechado o acerto político e concedida a bênção dos poderosos, Luciano estará na pista, com seu próprio jatinho financiado pelo BNDES. Mais um concorrente na corrida maluca ao Palácio do Planalto. Muitos não gostam, mas com certeza a maioria da população acharia o máximo.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos