Cidades
Publicada em 07/03/2018 - 20h34min

Isabella Grisaro*
Novo comando

Coronel Faro informa que dará atenção para as áreas críticas

Durante entrevista na manhã de ontem, comandante do CPA/M-12 apontou que batalhão focará no planejamento

Foto: Vitoria Mikaelli

Comandante destacou que ações serão promovidas para intensificar o policiamento
O coronel Ronaldo Gonçalves Faro, chefe do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) em Mogi das Cruzes, promoveu o evento "Café com o Comandante", na manhã de ontem, para anunciar oficialmente seu novo cargo. Na ocasião, ele falou que irá reforçar o policiamento na região do Alto Tietê.
Durante apresentação, o oficial, que já atuou no ABC Paulista, comentou sobre as missões da Polícia Militar e como é viver constantemente em busca da segurança pública, enquanto alguns policiais eram homenageados por ações realizadas recentemente. "Hoje o objetivo é o agradecimento a esses policiais que fazem a segurança da região do Alto Tietê", salientando sobre as dificuldades da profissão. "Quando um policial sai de sua casa, não sabe se retorna, sendo que a expectativa é sempre voltar para sua família, então nada mais justo do que reconhecer o trabalho deles".
O coronel, antes de assumir o novo cargo, foi chefe do Estado Maior em São Paulo, e, ao ser questionado sobre sua permanência no CPA/M-12, comentou que tudo depende da administração, mas que veio para ficar. Em relação ao Alto Tietê, Faro informou que já está ciente das situações da criminalidade. "Temos nossos sistemas inteligentes que permitem o coronel, ao chegar na sua área, ter o diagnóstico em relação aos problemas atuais", afirmou ele, acrescentando que novas ações serão promovidas .
"Estamos desenvolvendo algumas operações em áreas mais problemáticas das cidades, onde iremos intensificar o policiamento, deslocando efetivos da administração para apoiar a parte territorial. Não falamos em grandes operações pois nossos meios são finitos, portanto não vamos criar mais vagas e desviar mais homens pois o Estado tem seu limite. Mas iremos focar em planejamento".
Em relação à comunidade, o coronel comentou que o bom relacionamento entre a sociedade e a polícia é um fator importante e que as pessoas devem sempre exercer seu direito de registrar o boletim de ocorrências, para facilitar ações e estudos visando melhorias nos trabalhos da equipe. "Muitos acham que isso pode fazer com que percam muito tempo porém, dependendo da situação, hoje pode ser feito online, o que auxilia a aumentar o policiamento em determinadas regiões".
Por fim, Faro acrescentou que a prioridade é a redução dos índices criminais e que conta com parcerias para realizar o trabalho. "Em breve, devo fazer uma visita ao delegado da Polícia Civil, pois é possível sempre trabalhar em conjunto, assim como a Guarda Municipal e o Ministério Público, visando sempre o bem-estar da comunidade local".
*Texto supervisionado pelo editor.

Policiais militares são reconhecidos por ações

Durante evento de apresentação do coronel Ronaldo Gonçalves Faro, do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) em Mogi das Cruzes, foram homenageados alguns policiais militares que se destacaram em atuações este mês

Durante evento de apresentação do coronel Ronaldo Gonçalves Faro, do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) em Mogi das Cruzes, foram homenageados alguns policiais militares que se destacaram em atuações este mês. Foram entregues certificados para equipes dos três batalhões da Polícia Militar da região.
Um dos destaques foi o caso da morte de um torcedor no domingo passado, que mesmo após ser atendido por equipes médicas especializadas, não resistiu. Uma equipe da Força Tática de Itaquaquecetuba, coordenada pela Tenente Vivian Alexandrina, resultou na detenção de 21 torcedores. As homenagens se deram devido ao profissionalismo da equipe que atuou decisivamente nessa ocorrência, segundo autoridades presentes.
Além disso, também foram mencionados casos como roubo de veículos em Mogi, interceptado pelo 17º Batalhão, que resultou na apreensão de armas, celulares, presilhas plásticas e fita adesiva que seriam usadas contra vítima que estava dentro do veículo. Por sua vez, uma equipe do 32º, de Suzano, foi homenageada pela operação que encontrou drogas em um apartamento, com o auxílio do cão Judá, que revelou entorpecentes, drogas, dinheiro, armas e sete quilos de drogas no local. Já os policiais do 35º Batalhão salvaram vítimas presas em cativeiro na cidade de Itaquá, e essa ação resultou na prisão de três indivíduos, que foram os autores do crime.
As autoridades afirmaram que os resultados positivos em atividades de policiamento contribuem para a preservação da segurança e de famílias na região. (I.G.)
Texto supervisionado pelo editor.

Comandantes elogiam nova gestão

Diversas autoridades estiveram presentes ontem de manhã, na sede do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) no evento que homenageou policiais militares que se destacaram em ações recentes

Diversas autoridades estiveram presentes ontem de manhã, na sede do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) no evento que homenageou policiais militares que se destacaram em ações recentes. Entre eles o tenente-coronel Ary Kamiyama comandante do 17° Batalhão de Polícia Militar (BPM), Tenente-coronel Felício Kamiyama, chefe do Estado Maior do Comando de Policiamento de Área (CPA/M-12) e o tenente-coronel Anderson Caldeira, comandante do 35° BPM.
Na ocasião, o comandante Ary Kamiyama opinou sobre o novo comando do CPA/M-12. "O coronel Faro é um profissional extremamente qualificado. Ele ingressou na Polícia Militar em 1986, junto comigo e fomos da mesma turma de aspirantes de 1991. Também fizemos parte do mesmo pelotão por duas oportunidades e, já naquela época, ele se destacava muito dentro do grupo, exercia uma liderança muito positiva, extremamente inteligente e já mostrava um diferencial dentro da instituição. Nós ganhamos muito por tê-lo como nosso comandante aqui no Alto Tietê".
A nova gestão representa a continuidade aos trabalhos realizados previamente pela comandante Mônica Puliti, como afirmou o comandante Caldeira, do 35° BPM. "O novo comando vem acompanhando do que a Polícia Militar realiza em termos institucionais, portanto é uma continuidade em que a ação tônica é o policiamento ostensivo nas cidades. Sabemos que terá continuidade à dinâmica e agilidade".
Por sua vez, o chefe do Estado Maior, comentou que Faro já possui "mais de 30 anos" de Polícia Militar. "Somos contemporâneos de academia, e ele sempre foi uma pessoa muito estudiosa com muita garra. A experiência dele na Polícia Militar há mais de 30 anos, em especial, no serviço operacional, nos traz uma sensação positiva sobre apoio aqui no Alto Tietê", concluiu Felício Kamiyama. (I.G.)
Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos