Artigos
Publicada em 03/03/2018 - 21h24min

José Mauro Jordão

Viver é sofrer

O sofrimento é uma experiência inevitável na vida humana. Não há quem a ele se furte. A vitória nas provações depende não tanto do rigor que elas assumam, como da atitude moral de quem as enfrenta; de dois indivíduos que defrontem as mesmas tribulações, pode um vencê-las triunfantemente e outro ser por elas aniquilado. Depende do equipamento moral com que cada um dos personagens entre na prova.
Palavras iniciais do prefácio do livro "Cristo e o Sofrimento Humano" pelo notável teólogo Miguel Rizzo. O autor do livro, Stanley Jones, foi missionário na Índia e na China a partir de 1908, desta vivência extraiu lições que enriqueceram as páginas que deram consolo, alento e esperança a muitas vidas que leram as suas obras, como a citada. Buda, meditando profundamente sobre a vida, tem uma conclusão que evoca perplexidade: "Viver é sofrer". Salomão, escritor do Eclesiastes, diz: "E olhei para todas as obras que se fazem debaixo do sol: e eis que tudo é vaidade e aflição de espírito".
Horace Walpole, aristocrata e romancista inglês do séc. XVIII: "Para os que pensam a vida é uma comédia; para os que sentem, é uma tragédia". Em Pompéia se acham as ruínas de um teatro no qual apenas se representavam comédias, e, ao lado, um outro somente dedicado às tragédias. Na atualidade, a transição rápida de valores nos deixa indecisos qual dos auditórios a escolher, pois já não temos tempo para pensar e sentir. Rir da própria sorte talvez seja um bom remédio, como críticos na arquibancada ou como palhaços no picadeiro.
Jesus, em Lucas 18:8, profetiza: "... quando vier o Filho do Homem (2ª. Vinda), achará porventura fé na terra?" De outra feita, profetizando sobre o fim dos tempos, diz: "E por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos" Mateus 24: 12. A chama do amor por Deus e pelo próximo está se apagando e sem fé é impossível agradar a Deus. O amor esfria, a fé desaparece e a iniquidade prevalece. Nas mensagens de Stanley Jones, a única receita que suaviza o sofrimento humano: Cristo, só Cristo.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos