Cidades
Publicada em 02/04/2018 - 22h13min

Modelo

Programa Escola do Trabalho deve abrir 2 mil vagas logo de início

O Programa Escola do Trabalho, assinado ontem, deve abrir, logo de início, cerca de 2 mil vagas aos estudantes do último ano do Ensino Médio. A parceria entre a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e a Secretaria Estadual de Educação foi assinada ontem. O objetivo é transformar as entidades representativas do comércio em portas de entrada destes jovens no mercado do trabalho. "Precisamos oferecer a estes adolescentes uma oportunidade de dar início à vida profissional", destaca o vice-presidente da Facesp, Marco Bertaiolli.
Segundo ele, o secretário Estadual de Educação, José Renato Nalini, recebeu a proposta com muito bons olhos, principalmente porque pode contribuir com a diminuição na evasão escolar. "Somos procurados por muitos diretores que afirmam que os alunos deixam a escola para procurar emprego. Esta é uma grande oportunidade de conciliar educação e trabalho e vem ao encontro das novas diretrizes do Ensino Médio que estão em discussão", destacou Naline.
O presidente da Facesp, Alencar Burti, também afirmou a importância de as Associações Comerciais se transformarem em intermediárias deste processo. "Estamos num momento importante do país e todas as oportunidades precisam ser potencializadas", destaca Burti. "Muitos jovens chegam ao final do Ensino Médio sem uma perspectiva profissional e o comércio tem uma série de ramificações", destaca Bertaiolli.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos