Negócios
Publicada em 15/06/2018 - 15h50min

estudo matemático

Escola de Soroban atrai alunos de todas as faixas etárias

Foto: Vitoria Mikaelli

Método traz mais rapidez para a resolução de cálculos simples e complexos
A Escola de Soroban, em Mogi das Cruzes, atrai o interesse de alunos de diferentes idades devido à grande abrangência de benefícios que o estudo matemático traz para o cérebro. A unidade faz parte da Associação Cultural de Shuzan do Brasil e as professoras Akiko Nagasawa e Márcia Taromaru incluem o uso do soroban, também chamado de ábaco, assim como apostilas e outras metodologias durante as aulas.
De acordo com a professora Akiko, a prática é uma ginástica mental e auxilía no raciocínio lógico, trazendo mais rapidez para a resolução de cálculos simples e complexos. Um dos exemplos disso é a aluna e massoterapeuta Kátia Miyoko Chimabokuro, de 46 anos, que é deficiente visual e que, fazendo aulas de soroban há seis meses, já alcançou resultados incríveis. "Fiz um concurso público e já consigo resolver contas mais rapidamente", diz. A aluna conta que quando perdeu a visão ficou muito tempo sem ter contato com a matemática, discipliana esta que a agrada muito. "Com o soroban, eu recuperei essa paixão", afirma Kátia.
Mas ela reforça que mesmo sendo uma técnica antiga, ainda é muito mais prática nos dias atuais. "Além de incentivar e desafiar o aluno a ir cada vez mais longe, faz com que o cérebro se desenvolva e tenha benefícios que a tecnologia não consegue proporcionar da mesma forma", reforça a aluna.
Ela explica que faz aulas intensivas uma vez por semana e que está muito feliz com os resultados. "É uma técnica fascinante".
A escola fica na rua Francisco Franco, 215, no centro de Mogi das Cruzes. Para mais informações, os interessados podem ligar para os telefones 4794-2874 ou 99251-7916.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos