Tevê
Publicada em 21/07/2018 - 21h37min

Estadão Conteúdo
Últimos capítulos

sem descanso

No ar como Lucrécia, em "Deus Salve o Rei", Tatá Werneck já tem outros trabalhos

Tatá Werneck desculpa-se com o repórter porque a entrevista pelo telefone atrasou. "Estava fazendo uma leitura", explica. Sua vida anda corrida. A novela - "Deus Salve o Rei", das sete - entra na última semana e ela está ansiosa como qualquer telespectador que esteja acompanhando a trama de Daniel Adjafre. "Deus Salve o Rei" não recorreu ao humor da lendária "Que Rei Sou Eu?" - embora o tenha bastante, principalmente no núcleo de Tatá e Johnny Massaro -, mas pertence aos domínios do que em Hollywood se chama 'sword and sorcery', espada e bruxaria.
Todos sabemos que a rainha má, Catarina (Bruna Marquezine), vai ser punida, mas a grande revelação, podem apostar, será que não nasceu em berço de ouro, como pensa. É plebeia. Afonso (Rômulo Estrela) ficará com Amália (Marina Ruy Barbosa), alguma dúvida? Ah, sim, por falar em dúvida, a pergunta que não cala é se Lucrécia (Tatá) ficará com Rodolfo (Massaro)? "Torço que sim, mas o Daniel (Adjafre) está me cozinhando. Não diz nada. Acho que ficam."
O repórter acredita num desfecho a três, porque o rei mulherengo não vai desistir de Glória (Monique Alfradique), a ex-cheinha que fez pacto com forças obscuras e perdeu peso. O triângulo seria ousado para o horário.
E o texto, aquela torrente de palavras que misturam riso e lágrimas, comédia e drama nas falas de Lucrécia? É tudo improvisado? "Que é isso, cara? O texto tem rubricas. É escrito, e bem escrito, mas é claro que é uma questão de ritmo na gravação. E eu tenho espaço para improvisar. Outro dia, numa fala com Amália, improvisei um 'Amálias que vêm para o bem', e todo mundo adorou".
A personagem, segundo ela, é uma delícia. "Lucrécia vive no limite. Por um lado tem um comportamento avançado para a época, e a novela o tempo todo mistura passado com referências a dispositivos presentes." A relação com o tio Heráclito (Marcos Oliveira) dá liga para o humor. "A gente se diverte muito nas gravações." Mas ela também é uma mulher ardente, louca por sexo, "e mulheres apaixonadas fazem loucuras". A novela chega ao fim, ela está lançando um novo filme, com Cauã Reymond -" Uma Quase Dupla", direção de Marcus Baldini. O longa-metragem estreou na última quinta-feira, com a promessa de se converter num megassucesso.
A propósito, que leitura Tatá estava fazendo? "Ah, é de um novo programa que vou fazer depois do 'Lady Night', para o ano que vem. Vai ser bem bacana." E o Lady Night? "Estou escrevendo e começo a gravar a nova temporada logo depois que a novela terminar. O programa exige muito porque eu participo de tudo - roteiro, música, não deixo passar nada. Gosto de fazer as coisas bem autorais, como eram na MTV." E o pós-
'Lady Night'? "Vai sair, mas é uma ideia que está sendo afinada, não posso falar."
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos