Brasil e mundo
Publicada em 08/08/2018 - 23h27min

Estadão Conteúdo
Eleições 2018

Rigorosamente iguais, Doria e Skaf lideram

Pesquisa eleitoral CNT/MDA revelou que os dois principais nomes para ocupar o Palácio dos Bandeirantes estão com 16% das intenções de voto

Foto: Divulgação

Pesquisa aponta uma diferença de 0,02 pontos percentuais entre os candidatos
O ex-prefeito da capital paulista João Doria (PSDB) lidera a disputa ao governo de São Paulo por uma pequena margem, segundo o mais novo levantamento feito no Estado e divulgado ontem pela CNT/MDA. De acordo com a pesquisa, o tucano tem 16,4% das intenções de voto, contra 16,2% do presidente licenciado da Fiesp, Paulo Skaf (MDB). Como a margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais e para menos, ambos estão em situação de empate técnico. Em terceiro lugar, aparece o atual governador, Marcio França (PSB), com 5% das preferências. Luiz Marinho, do PT, aparece em seguida com 4,8%.
Este é o primeiro levantamento CNT/MDA feito exclusivamente para o Estado de São Paulo no ciclo eleitoral de 2018, o que impede comparações diretas. Brancos e nulos somaram 29,5%, enquanto 21,4% se disseram indecisos. No cenário para o segundo turno mais provável neste momento, Skaf venceria Doria por 29,7% a 26,8%. Os números, no entanto, também caracterizam situação de empate técnico.
A pesquisa também questionou os paulistas sobre a disputa para o Senado. No cenário estimulado, o vereador Eduardo Suplicy (PT) lidera com 24,2% dos votos. Marta Suplicy aparece em segundo lugar, com 16,7%. A senadora, no entanto, anunciou na semana passada que não vai disputar a reeleição e vai deixar o MDB. Mario Covas Neto (Podemos) aparece em terceiro, com 12,9%.
A pesquisa da CNT (Confederação Nacional do Transporte), em parceria com a MDA, sobre intenções de voto para presidente da República, governador e senador em São Paulo, está registrada no TSE sob o número SP-04729/2018. Foram realizadas 2.002 entrevistas, distribuídas em 75 municípios de todas as regiões do Estado, entre os dias 2 e 5 de agosto. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, considerando o nível de confiança de 95%.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos