Polícia
Publicada em 01/08/2018 - 22h56min

Nayara Francesco*
Alto Tietê

Quadrilha é presa por furtos na região

Criminoso ficaram conhecidos como 'Gangue da marcha à ré' pela maneira nada discreta de estourar as portas dos estabelecimentos com um carro

Foto:

A Polícia Civil de Mogi das Cruzes prendeu seis homens por furto durante operação realizada na madrugada de ontem. Os indivíduos são suspeitos de participar da "gangue da marcha à ré", que atuava no Alto Tietê. Os integrantes da quadrilha são, na maioria, de São José dos Campos. A operação foi realizada pelo Núcleo de Investigações Sobre Crimes de Carga da Delegacia Seccional de Mogi e comandada pelo delegado Alexandre Batalha, que identificou durante apuração que o bando era formada por dez homens.
Segundo informação passada à reportagem, foram cumpridos, simultaneamente, dez mandados de prisão e 11 mandados de busca e apreensão, sendo dez na cidade de São José dos Campos e um em Mogi. Os outros quatro suspeitos não foram presos na operação de ontem, mas sim em flagrante durante as investigações, que duraram cerca de um mês. O grupo de criminosos atuou sete vezes, sendo seis em Mogi e uma em no município de Poá.
As investigações também apontavam que a gangue agia geralmente de madrugada. Eles usavam a marcha à ré de um carro para direcionar o veículo contra a porta do estabelecimento escolhido para o furto. Em menos de cinco minutos, os criminosos subtraíram objetos de valores e, logo em seguida, abandonavam o automóvel.
Ainda segundo a polícia, a gangue demonstrou, nas imagens apuradas pelos policiais durante a operação, organização e experiência no método utilizado para o crime. Entre os itens furtados estão uma moto e uma televisão. Durante o mandado de apreensão, foram encontradas nas casas dos indivíduos armas, munições, capacetes, agasalhos, jaquetas e celulares. Tudo foi enviado para o 3º Distrito Policial de Cezar de Souza.
*Texto supervisionado pelo editor. 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos