Cidades
Publicada em 13/09/2018 - 22h29min

Luana Nogueira
Cronograma

UBSs do Botujuru e Quatinga serão as primeiras reformadas

Promessa é que até fim de 2019, nove unidades de saúde passem por reforma e outras três sejam ampliadas

Foto: Vitoria Mikaelli

Posto de saúde do bairro Santa Tereza é um dos que passará por ampliação
Doze Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passarão por obras de revitalização ou ampliação dentro dos próximos meses. De acordo com o secretário de Saúde, Marcello Cusatis, os trabalhos de revitalização começarão com os postos de saúde do Quatinga e Botujuru, mas as unidades da Vila Natal, Nova Aparecida, Vila Moraes, Ponte Grande, Santo Ângelo, Jardim Ivete e Vila Suissa também estão no cronograma. Já as unidades do Santa Tereza, Jardim Universo e Nova Jundiapeba serão ampliadas.
A informação foi divulgada durante a entrega da certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA) nível II para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Oropó. Na ocasião, Cusatis também comentou as críticas feitas pelos vereadores sobre o Central de Regulação de Ofertas e Serviços da Saúde (Cross).
Cusatis informou que as obras de reforma, ou em alguns casos de ampliação, serão realizadas em etapas e devem ser concluídas até o fim de 2019. Ele ressaltou que os postos que passarão pelas intervenções estão sendo muito utilizado. "Vamos começar os trabalhos gradativamente, com o Botujuru e Quatinga", esclareceu.
O secretário afirmou que algumas UBSs passarão por ampliação. A unidade do Santa Tereza será uma delas. "Ela é uma das três unidades que atendem até as 22 horas e deve sofrer uma grande ampliação, pois o terreno atrás, que era do antigo Programa de Saúde da Família (PSF), vai ser absorvido pela unidade básica. Acredito que no máximo final do ano que vem todas estas 10 unidades serão reformadas e algumas ampliadas", detalhou.
A UBS 24 horas de Jundiapeba será revitalizada depois da construção da UPA do distrito e a unidade da Vila Nova Jundiapeba será ampliada com a integração com o prédio do Programa Agente Comunitário de Saúde (PACS). Para Cusatis, a reforma do posto do Jardim Universo será o principal desafio, já que as obras serão feitas com ele funcionando.
Nesta semana, os vereadores Mauro Araújo (MDB) e Francisco Moacir Bezerra de Melo Filho (PSB), o Chico Bezerra, criticaram a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross). De acordo com o medebista, ele recebeu uma reclamação de uma moradora sobre a avó que estava há sete dias na UPA do Oropó e não conseguia vaga para ser atendida em outro local pelo sistema. Sobre o assunto, Cusatis defendeu que a Cross passe a atender regionalmente.
Para o secretário, o aperfeiçoamento do sistema será um desafio para o próximo governador. "Ela é um problema em todo o Estado. Mogi tem uma rede instituída. Temos uma Câmara Técnica com reuniões mensais, independentemente se é rede do Estado ou prefeitura. A Cross foi implantada pela Secretaria de Estado da Saúde para oficializar as vagas. O então secretário David Uip estava com um projeto que ia começar por Mogi, que era fazer uma Cross regional. Hoje temos pacientes de São Bernardo internados no Hospital Municipal. Como saberemos a quantidade de vagas que precisamos para região se a central não respeita a regionalidade?", questionou.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos