Esportes
Publicada em 25/09/2018 - 23h32min

Estadão Conteúdo
copa do brasil

Corinthians abre treino para torcedores por clima na final

Em tom festivo, Arena recebeu ontem 38 mil pessoas para incentivar jogadores e aumentar pressão sobre Flamengo

Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo

Treino de ontem, levado para o estádio de Itaquera, não revelou formação do time
"É sangue no olho, é tapa na orelha, é o jogo da vida, e o Corinthians não é brincadeira." É com esse mantra que o time alvinegro entra em campo hoje, às 21h45, para encarar o Flamengo, em casa, na partida que vale vaga na final da Copa do Brasil. Os times empataram sem gols no primeiro jogo da semifinal, no Maracanã. Avança à decisão quem vencer por um placar simples. Qualquer igualdade leva a partida para os pênaltis.
Na véspera do confronto, o técnico Jair Ventura levou o treino do Corinthians para a Arena e abriu para os torcedores. Cerca de 38 mil deles foram empurrar a equipe, que mais na base da vontade do que da técnica segue viva na Copa do Brasil. "É bom quando acontece (o treino aberto). Essa pressão é benéfica, porque todos aqui estão do nosso lado. Já começamos a entrar no jogo. Só temos que nos cuidar para não passar do ponto", disse o treinador.
Durante a entrevista, Jair repetiu por pelo menos cinco vezes a palavra equilíbrio. Apesar de contente com o apoio, ele acredita que os jogadores precisam saber conter a euforia. "Não podemos pilhar muito. Tenho uma estratégia diferente para jogos assim. Temos que atuar de maneira equilibrada. Começar e terminar do mesmo modo", afirmou.
O último treino foi mais festivo e com poucos indícios sobre quem entrará em campo. Somente no final da atividade, quando dividiu o elenco, é que deu para ver que Jair repetirá a formação ofensiva do empate contra o Internacional. Clayson, Jadson, Mateus Vital e Romero foram com os titulares para um lado treinar cobranças de pênalti. O único mistério foi no meio-campo. Ralf e Gabriel, que disputam a posição, também bateram penalidades. Na última partida do Brasileiro, Gabriel começou em campo porque Ralf estava suspenso.
"O (Maurício) Barbieri não revelou, então também não vou revelar", disse Jair. No Flamengo, o treinador não confirmou a volta do meia Diego, que não atuou na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, no domingo, por estar suspenso no Brasileiro.
Jair apenas garantiu que a postura corintiana será bem diferente da que empatou no Maracanã no primeiro jogo da semifinal. Na ocasião, o time alvinegro atuou com três volantes de marcação, deu um único chute a gol e tratou apenas de se defender. "Nossa postura vem mudando desde então. É só pegar o jogo contra o Inter. Tivemos o controle do jogo, com mais posse e mais chances Nossa postura vai ser muito similar", garantiu.
A expectativa agora é que os atacantes coloquem a bola na rede, pois no jogo em questão quem marcou o gol do empate por 1 a 1 foi o volante Douglas. Do quarteto de ataque, somente Jadson marcou recentemente - na vitória sobre o Sport por 2 a 1 há dois jogos.
Romero não marca há 15 partidas. E os outros dois, o drama é ainda maior. Mateus Vital não balança as redes desde maio e Clayson está sem comemorar um gol desde abril. Contra o Flamengo, é a oportunidade do trio encerrar o jejum e cair nas graças dos torcedores que, enquanto o time está vivo na Copa do Brasil, vive clima de paz com a equipe.
Compartilhe

Video

Mais vistos