Brasil e mundo
Publicada em 08/10/2018 - 23h50min

Estadão Conteúdo
Segundo turno

Haddad vai buscar apoio de Ciro Gomes

Petista já mostrou intenção de realizar alterações no plano de governo para tentar trazer o apoio do ex-governador do Ceará para a disputa eleitoral

Foto: Divulgação

Ex-prefeito acredita em uma união do PT com o PDT
O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou ontem em coletiva concedida após visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR), que pretende ligar institucionalmente para o pedetista Ciro Gomes, a fim de tentar selar um acordo neste segundo turno em que enfrenta o candidato do PSL, Jair Bolsonaro. "Vi o programa do Ciro, temos muita convergência de ideias com o que precisa ser feito", disse, afirmando crer que há condições de reunir essas forças democráticas progressistas num segundo turno, em torno de um projeto de restauração e inclusão social do Brasil.
Sobre os acordos neste segundo turno, o PDT anunciou hoje que não apoia Bolsonaro, mas que pretende fechar um "apoio crítico" a Haddad. O próprio Ciro já disse ter algumas ressalvas ao programa petista. Para fazer um aceno ao pedetista, Haddad disse na entrevista que tem total tranquilidade em ajustar os parâmetros do programa de sua coligação para que ele seja o mais representativo dessa ampla aliança democrática que pretende fazer. "Tenho total tranquilidade em ajustar parâmetros do programa para que ele seja o mais representativo dessa ampla aliança democrática que pretendemos fazer."
Na coletiva, Haddad disse também que irá propor uma espécie de "protocolo ético" contra a veiculação de fake news. "Vamos tentar estabelecer um protocolo ético para o tipo de abordagem que vai ser feito na campanha. Uma carta de compromisso contra difamação anônima", disse, reclamando do bombardeio que sua campanha foi alvo, sobretudo na reta final de primeiro turno. Ele fez também um apelo para que a Justiça Eleitoral julgue com mais celeridade denúncias relacionadas às notícias falsas. 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos