Cidades
Publicada em 08/11/2018 - 00h06min

Rinaldo Junior*
Nova frota

Cidade ganha 75 veículos para obras e manutenção de vias

Equipamentos no valor de R$ 14,7 milhões foram comprados por meio de financiamento com o Banco do Brasil

Foto: Felipe Claro

Frota completa de máquinas foi apresentada na manhã de ontem, na avenida Cívica
A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Mogi das Cruzes apresentou na manhã de ontem os 75 veículos adquiridos para compor a nova frota de máquinas e caminhões da cidade. Todos os equipamentos são zero quilômetro e serão destinados os trabalhos de manutenção na malha viária urbana e rural do município. O investimento total foi de R$ 14,7 milhões. O lançamento contou com a presença do prefeito Marcus Melo (PSDB), o vice-prefeito Juliano Abe (MDB), o secretário de Serviços Urbanos, Dirceu Lorena de Meira, entre outras autoridades.
A aquisição da frota foi viabilizada por um financiamento com o Banco do Brasil. O prazo para o pagamento do investimento é de cinco anos. De acordo com o prefeito, essa é uma ação inédita no município. "Estamos realizando uma medida que nunca ocorreu em Mogi. Nós precisamos entender que esses equipamentos são ferramentas de trabalho para fazer a manutenção da cidade", afirmou.
O uso das máquinas também vai abranger os bairros mais distantes. Melo ressaltou que os produtores rurais precisam de estradas melhores. "Os serviços serão realizados em toda Mogi, inclusive, os produtores rurais do nosso município precisam que as estradas estejam em ordem para realizarem os seus trabalhos e transportarem os produtos. E com esses novos serviços, os moradores de áreas mais afastadas podem ter a tranquilidade de ir e vir nas estradas", complementou.
Dez equipes foram contratadas para reforçar a manutenção da cidade. Cada grupo é composto por dois trabalhadores, o que resulta em 20 empregados beneficiados. Das 75 máquinas, dez são mini-caminhões terceirizados que também foram contratados. O total investido na contratação incluindo a mão de obra terceirizada é de R$ 130 mil por mês, ou seja, mais de R$ 1,5 milhão por ano.
O prefeito Melo ainda finalizou dizendo que a manutenção dos veículos será feita pela administração municipal. "Toda a conservação dos equipamentos é garantida pela prefeitura e tem também a questão de, por serem veículos novos, o desempenho é muito melhor. O que fizemos é um exemplo a ser seguido por outros municípios", concluiu.
Já o secretário de Serviços Urbanos, Dirceu Meira, destacou que, com as novas máquinas, há a expectativa de até triplicar o desempenho das equipes em diversos tipos de manutenção. "No item nivelamento e cascalhamento, por exemplo, fazemos uma média de 9 mil quilômetros por mês e a expectativa agora é que isso suba para 27 mil", exemplificou.
A relação de veículos contém oito retroescavadeiras, seis motoniveladoras, 11 caminhões cabine dupla com carroceria, dez caminhões toco basculante 6m3, quatro caminhões trucados tração 6x4 com caçamba de 10m3, 15 caminhonetes cabine dupla, um caminhão hidrojato, além de outros veículos menores.
* Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos