Esportes
Publicada em 11/01/2019 - 00h47min

Felipe Antonelli*
no sufoco

União empata com o Santos e garante classificação inédita

Defesa invicta foi a maior responsável pela chegada do time mogiano à fase de mata-mata da Copa São Paulo

Foto: Felipe Claro

Destaque no campeonato, goleiro Warlei ainda não tomou gol na Copa São Paulo
Um dia para entrar para a história. O União Mogi segurou o empate de 0 a 0 contra o Santos pela terceira rodada do Grupo 25 da Copa São Paulo de Futebol Júnior e está classificado, pela primeira vez, para a segunda fase da competição. O jogo, que foi marcado pela grande presença de ambas as torcidas, consagrou a equipe da casa, que agora enfrentará o Coritiba.
Nos primeiros minutos da partida a equipe santista tocou bem a bola, mas encontrou dificuldades na forte marcação da equipe mogiana. O grande destaque do alvirrubro foi o goleiro e capitão do time, Warlei, que foi fundamental para o resultado. O duelo entre o ponta esquerda do Peixe, Tailson, com o goleiro adversário foi a máxima da primeira etapa. Por duas vezes, o camisa 11 santista finalizou bem para dois milagres do goleiro.
A partir dos 30 minutos de partida, o alvirrubro parou de agredir o Santos e os contra-ataques não aconteceram mais. A equipe santista teve mais liberdade com a bola, mas pouco agrediu o adversário. Ainda no primeiro tempo de partida, os portões de acesso ao estádio foram fechados, deixando um grande número de torcedores do lado de fora. A determinação veio da Polícia Militar, que optou por tomar a medida.
Com a volta do intervalo, o Santos manteve o ritmo do primeiro tempo, mas continuou a pecar nas finalizações. O União se fechou mais ainda e atraiu o time adversário, que não aproveitou as brechas que a equipe oferecia. A primeira oportunidade do União na segunda etapa veio aos 26 minutos com um chute de Wesley de fora da área. O time do Santos, que aparentava nervosismo pela necessidade da vitória não desempenhou um bom futebol durante os 90 minutos e foi punido com o empate sem gols.
O time do União se defendeu como pôde até o final da partida e segurou o resultado suficiente para a classificação, para alegria dos mais de 7,3 mil torcedores que compareceram ao estádio. Com esse resultado, o São Caetano passou em primeiro da chave com sete pontos e o time de Mogi em segundo, com cinco pontos.
O goleiro Warlei destacou o papel importante que a torcida teve na classificação. "É muito gratificante termos esse contato com a torcida. A gente sabia que ia representar um time e uma cidade toda e esse resultado mostra que podemos bater de frente com todas as equipes", disse.
Sobre a classificação inédita para a próxima fase, o zagueiro Danilo Fuga afirmou que o companheirismo entre os jogadores fez a diferença. "O nome do time já demonstra o que a equipe tem de melhor, união. Isso foi determinante para estarmos comemorando agora", disse o defensor.
Duelo de torcidas
No estádio Francisco Ribeiro Nogueira, as torcidas deram um show à parte. A boa presença de público foi determinante para a festa que aconteceu nas arquibancadas. No final, com a classificação cada vez mais próxima, a torcida da casa cantava: "guerreiro, time de guerreiro".
* Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe

Video

Mais vistos