Cidades
Publicada em 19/03/2019 - 22h41min

Enchentes da semana passada

Moradores desalojados são transferidos a outra escola

As 19 pessoas que ainda não voltaram para casa estão abrigadas em unidade de ensino do Conjunto Bom Pastor

Foto: Felipe Claro

Sem condições: Algumas residências ainda não foram liberadas pela Defesa Civil
A Prefeitura de Mogi das Cruzes transferiu as famílias da região do Oropó desabrigadas pelas chuvas da última semana para a escola municipal Antonio Brasil de Siqueira, no Conjunto Bom Pastor. A medida foi adotada para garantir a continuidade do atendimento às pessoas que ainda têm suas casas prejudicadas pela água e retomar as aulas para os 762 alunos da escola municipal Professora Florisa Faustino Pinto, onde os moradores estavam abrigado até segunda-feira passada.
Até o momento, 19 pessoas permanecem abrigadas na escola, sendo 12 adultos e sete crianças. Elas moram em áreas atingidas pelas fortes chuvas registradas na última semana e pelo aumento do nível do rio Jundiaí.
"As famílias abrigadas permanecem recebendo todo o atendimento da prefeitura, além do acompanhamento que é feito. Além disso, profissionais dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) estão atuando nas áreas atendidas, com acompanhamento social, orientação aos moradores sobre como retirar nova documentação, encaminhamentos para atendimento de saúde, entre outras ações", explicou a secretária municipal de Assistência Social, Neusa Marialva.
A secretária lembrou ainda que as famílias que estavam abrigadas na escola municipal Vereadora Astréa Barral Nébias, em Jundiapeba, já voltaram para suas casas.
A utilização da escola municipal Antonio Brasil de Siqueira foi definida por conta de sua capacidade para atender o número de pessoas que atualmente necessita de abrigamento. Além disso, a unidade não está sendo utilizada para aulas, uma vez que a demanda do bairro foi absorvida pela Cempre Vereador Ivan Nunes Siqueira, localizado na avenida Kaoru Hiramatsu.
Para receber os moradores, a prefeitura montou uma estrutura com funcionários da Secretaria de Assistência Social e guardas municipais, para garantir a segurança das pessoas. Já a alimentação é fornecida pela prefeitura e preparada no Cempre Vereador Ivan Nunes Siqueira.
A Defesa Civil de Mogi das Cruzes também permanece monitorando a situação dos bairros atingidos pelas chuvas e das áreas ribeirinhas. O trabalho também compreende o monitoramento das condições climáticas e o atendimento a casos de urgência e aos chamados registrados pelo telefone 199.
Serviços Urbanos
A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos continua atuando diariamente em atendimento a ocorrências derivadas das chuvas, com reforço em várias frentes de trabalho, como Operação Cata-Tranqueira, higienização e roçada de vias e espaços públicos, além de atendimentos pontuais. 
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos