Cidades
Publicada em 13/04/2019 - 20h38min

Thamires Marcelino *
CTEEP

Mogi se dispõe a ajudar moradores

Muitos órgãos têm se prontificado a ajudar as 550 famílias que moram irregularmente na área de risco, sob as linhas energizadas da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (ISA CTEEP), no distrito de Jundiapeba

Foto: Felipe Claro

Imóveis irregulares foram erguidos sob fios elétricos
Muitos órgãos têm se prontificado a ajudar as 550 famílias que moram irregularmente na área de risco, sob as linhas energizadas da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (ISA CTEEP), no distrito de Jundiapeba. A Prefeitura de Mogi das Cruzes é uma delas e se pronunciou, na sexta-feira, para afirmar que está empenhada em encontrar soluções para os moradores.
A Coordenadoria Municipal de Habitação informou que pretende fazer uma parceria direta com a ISA CTEEP e com os representantes dos moradores. Para isso, a coordenadoria fez um levantamento das áreas disponíveis na região e também vai participar de processos de negociação com a proprietária dos terrenos que foram identificados. Ainda não há informações sobre esse levantamento.
Ainda segundo a coordenadoria, o processo de cadastro das famílias está sendo monitorando para impedir novas ocupações na área. O Grupo Mogi News vem acompanhando a situação das famílias e todas as ações voltadas para a resolução do problema. Nesta semana foi criada uma comissão que tem participação dos moradores, líderes do Sindicato dos Papeleiros e o vereador Rodrigo Valverde (PT).
O objetivo da criação é propor uma reunião com a Companhia Suzano Papel e Celulose na tentativa de negociar a cessão de terrenos que estão sobre propriedade da empresa para as famílias que vivem na região de risco que pertence à CTEEP. Ainda nesta semana foi acordado com o dirigente da Federação dos Papeleiros, Marcelo Mendes, que o pedido de concessão será entregue amanhã. (T.M.)
*Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos