Cidades
Publicada em 24/04/2019 - 23h15min

Sueller Costa

Cármen Lúcia suspende ação e barra 'cura gay'

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a ação popular na qual o juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara do Distrito Federal, concedeu liminar que abriu brecha para que psicólogos oferecessem terapia de reversão sexual, conhecida como "cura gay", tratamento proibido pelo Conselho Federal de Psicologia desde 1999. A decisão de Cármen foi tomada no dia 9 de abril e publicada no Diário de Justiça na última quarta-feira.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos