Esportes
Publicada em 13/04/2019 - 20h45min

Estadão Conteúdo
No Morumbi

Tricolor e Timão superam má fase e abrem final do Paulista

Após semana cheia de incertezas sobre o clássico, chegou a hora dos dois times buscarem o título estadual

Temor por apedrejamento de ônibus, ameaça de não entrar em campo e até risco de W.O. Depois de uma semana em que as notícias extracampo repercutiram mais do que os acontecimentos nos treinos, chegou o momento de São Paulo e Corinthians trazerem de volta as atenções para o que vai ocorrer no gramado do Morumbi hoje, às 16 horas, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista. 
O clássico colocará frente a frente equipes que também foram chamando a atenção de seus torcedores aos poucos. O Corinthians evoluiu antes, mas viu o rival crescer no mata-mata, graças ao talento dos garotos.
Apesar de ser técnico de time profissional há apenas três anos, ele vem se consolidando como especialista em jogos importantes. Em 20 disputas de mata-mata, por exemplo, são 18 classificações. Nos clássicos o comandante também coleciona números positivos. São 15 vitórias, cinco empates e apenas quatro derrotas.
Contra o São Paulo, os números de Carille são também impressionantes. Ele só foi superado uma vez. São cinco triunfos e quatro empates quando enfrenta o adversário. Se mantiver a escrita ele entrará para a história como o técnico que levou o Corinthians ao tricampeonato consecutivo, feito que o clube não alcança há 80 anos."Ser campeão é importante para todo treinador. O Carille tem a oportunidade de ser tricampeão seguido. Por ser treinador jovem, sabe do peso de deixar o nome na história do clube", comentou Fagner.
São Paulo
Do outro lado, o São Paulo começou o ano cheio de expectativa, com um elenco experiente de olho na Libertadores. Mas veio a eliminação vexatória para o Talleres. A diretoria tirou André Jardine do cargo, negociou Diego Souza e apostou na contratação do técnico Cuca. Para além disso, confiou em alguns garotos formados nas categorias de base. A fórmula acabou dando certo e levou o time para a final do Paulistão. "Para esse primeiro jogo, temos de dividir as finais em duas partes, e acho que não tem favorito. Temos a força do nosso torcedor, mas o Corinthians tem a experiência", disse o técnico Cuca.
  • Carille pretende dar mais liberdade para os meias
  • Carille quer manter boa fase contra o rival; Cuca confia na juventude do São Paulo
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos