Esportes
Publicada em 13/04/2019 - 22h10min

Lar, doce lar

Santos reforça que quer mais jogos na Vila Belmiro

Foto: Divulgação

Peixe fez apenas um jogo pelo Paulista em sua casa
"Foi muito bom, estava com saudade de jogar na Vila Belmiro". A frase de Rodrygo na sequência do triunfo por 3 a 0 sobre o Atlético Goianiense, quinta-feira pássada, é uma demonstração de que os atletas do Santos se sentem mesmo em casa quando o time atua na Vila Belmiro, estádio em que não jogava desde a rodada inicial do Campeonato Paulista. 
Em 2019, o Santos até abriu a sua participação nas competições na Vila Belmiro, em 19 de janeiro, com a vitória por 1 a 0 sobre a Ferroviária, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Depois, porém, o estádio passou por obras de modernização e o time subiu para a capital.
No Pacaembu, o Santos fez nove jogos como mandante nesta temporada. Teve bom desempenho, com sete vitórias, um empate e uma derrota, mas também acabou sendo eliminado no estádio da Copa Sul-Americana, pelo uruguaio River Plate, e no Campeonato Paulista, pelo Corinthians, em jogo com grande arrecadação e receita líquida de quase R$ 1 milhão.
A Vila Belmiro, porém, parece ser a casa preferida pelos atletas, especialmente porque o elenco precisa viajar a São Paulo para atuar como mandante no Pacaembu, algo que provoca desgaste, fator que foi destacado pelo zagueiro Gustavo Henrique antes mesmo do confronto com o Atlético-GO.
"A gente estava se desgastando bastante indo para o interior e para São Paulo. Jogando aqui a gente tem mais tempo com a família e mais tempo para descansar. Sabemos o quanto o adversário sente jogando na Vila Belmiro", afirmou o defensor. (E.C.)
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos