Cidades
Publicada em 14/05/2019 - 22h39min

Saúde

Arujá zera fila de espera com médico cardiologista

Em um mês de funcionamento, o Centro de Especialidades ajudou a agilizar o atendimento; ao todo, 263 pessoas passaram com o especialista

Foto: Divulgação

Antes de passar no CEM, o paciente precisa ser encaminhado pelo médico do posto
A maioria das consultas realizadas no primeiro mês de funcionamento do Centro de Especialidades Médicas (CEM) foi em cardiologia. O resultado prático é que, com as 263 pessoas atendidas, acabou a fila de espera por esta especialidade no município.
O número de consultas está no relatório apresentado à Secretaria de Saúde pela administradora da unidade, a organização social Associação das Crianças Excepcionais de Nova Iguaçu (Aceni). "Até então, a consulta era fora do município, na rede referenciada e, por isso, demorava até 60 dias para ocorrer. Por conta disso, algumas pessoas decidiram por não aguardar e utilizar a rede privada, o que, somado às mais de 260 consultas feitas neste primeiro mês, já nos permite agendar um paciente para daqui 7 a 10 dias", explica a secretária de Saúde, Carmen Pellegrino.
Para o prefeito José Luiz Monteiro, a novidade reflete o avanço alcançado pela Saúde: "Como cidadão, prefeito e médico, reconheço que esse é um resultado extremamente importante para a nossa população. Temos, sim, dificuldades a serem sanadas, e vamos trabalhar nisso, mas a melhoria já conquistada é visível".
Antes de passar no CEM, o paciente precisa ser encaminhado pelo médico do posto de saúde, após avaliação clínica. 
Atualização cadastral
Uma dificuldade encontrada pelo serviço, também já sinalizada pela Central de Regulação Ambulatorial, são os cadastros de pacientes que encontram-se desatualizados, seja o telefone de contato ou endereço. É de responsabilidade do paciente realizar a atualização de seus dados, procurando a unidade de saúde mais próxima à sua residência para verificação do Cartão Nacional de Saúde, o cartão SUS, e prontuário eletrônico, evitando assim a perda de vagas.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos