Polícia
Publicada em 06/06/2019 - 00h36min

Thamires Marcelino*
levantamento

Casos de adolescentes apreendidos crescem 32%

Dados correspondem à comparação de ocorrências de maio deste ano com o mesmo período de 2018

Foto: Juliana Oliveira/Mogi News

Comando da Polícia Militar na região atribui aumento das apreensões ao reforço de programas policiais
O Comando de Policiamento de Área 12, o CPA/M-12, que atende municípios da região do Alto Tietê, com exceção de Santa Isabel e Arujá, registrou um aumento de 32,4% no número de adolescentes apreendidos. De acordo com a tenente Brenda Benites de Castro, o resultado foi obtido por meio da comparação entre maio deste ano com o mesmo período do ano passado. 
Segundo a PM, em maio de 2018, 37 adolescentes foram apreendidos. Neste ano, o número saltou para 49: uma diferença de 32,4%. O coronel Roberto Caruso, que também é lotado no  CPA/M-12, explicou que o acréscimo das apreensões dos adolescentes se deve à ausência das famílias na vida destes jovens. "Um dos principais motivos de todas essas apreensões é a falta de atenção e suporte educacional das famílias com os jovens. A maioria das ocorrências é por furto, roubo e tráfico de drogas", avaliou. Outro índice que obteve acréscimo foi a apreensão de entorpecentes. Em maio do ano passado, a PM localizou cerca de 18 quilos de drogas. Em 2019, o total foi de 20 quilos: um acréscimo de 11,1%.  
Entre os índices que apresentaram elevação, a ocorrência de captura foi a que teve uma menor proporção. No mês cinco em 2018 foram constatadas 212 capturas contra 230 deste ano. O aumento, neste caso, foi de 8,4%.  passando de 212 para 230. A quantidade informa que, de maio do ano passado para o mesmo mês deste ano, o índice subiu 8,4%. O levantamento da PM também possui um comparativo das ocorrências de apreensões de armas. Em 2018, a polícia contabilizou 12 apreensões e no ano seguinte, 2019, foram 15: uma pequena escalada de 0,8%. 
Por outro lado, o comando da PM registrou queda em casos de ocorrências atendidas, com uma baixa de 10,2%, veículos recuperados com uma queda de 0,4% e registros de boletim de ocorrência, que teve um declínio de 13,8%. 
Ainda de acordo com o coronel Caruso, o reforço de alguns programas policiais influenciaram no aumento do número de apreensões.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos