Cidades
Publicada em 12/06/2019 - 00h48min

Felipe Antonelli *
Falta de documentos

Empresa 99 ainda não está regularizada, diz prefeitura

Foto: Divulgação

Amarat orienta motoristas a não usarem a plataforma
A 99 ainda não está regularizada em Mogi das Cruzes, pois não apresentou à prefeitura toda a documentação exigida para a prestação do serviço na cidade. A informação foi passada ontem pela administração municipal que disse ainda que desde o primeiro encontro com a empresa, no dia 23 de abril, a Secretaria de Transportes detalhou os documentos necessários para o cadastro e que o encaminhamento dos documentos, porém, ocorreu somente no dia 30 de maio.
A papelada segue sendo analisada pela prefeitura, que identificou que alguns documentos necessários para o cadastro estão faltando. Segundo o Executivo, esses papeis, somados aos já entregues, seguem determinações previstas em lei. A prefeitura frisou que, enquanto o processo não for finalizado, os motoristas não estão autorizados a trabalhar na cidade.
A Uber, principal concorrente da 99, entregou a documentação completa e por isso já está autorizada a operar no município, ao lado da Zomm, empresa do Alto Tietê que já havia realizado o cadastro logo no início.
A Associação de Motoristas por Aplicativos do Alto Tietê (Amarat) já havia orientado os motoristas que operam pela 99 para que não usem a plataforma neste período, pois a multa, que antes estava sendo direcionada às empresas, hoje é aplicada aos motoristas.
A 99 diz estar ciente da situação de cadastramento do aplicativo em Mogi. Vale ressaltar que tanto a empresa quanto a prefeitura dizem estar abertas ao diálogo e que vêm mantendo contato para encontrar a melhor solução.
* Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos