Esportes
Publicada em 07/06/2019 - 15h16min

Felipe Antonelli*
renovação

Japão traz elenco jovem para comprovar evolução

Dos 23 jogadores convocados, 17 farão a estreia pela seleção principal na Copa América

Atravessar o planeta para jogar futebol e tentar ser um "convidado indigesto". Essa é a missão da seleção do Japão que vem ao Brasil para sua segunda disputa de Copa América com um time sem rodagem. O país, considerado o mais tradicional no esporte em seu continente, já disputou o torneio sul-americano como convidado, em 1999, no Paraguai.
O futebol no país não se configura entre os esportes mais populares, mas, mesmo assim, a seleção japonesa possui quatro Copas da Ásia, principal torneio oriental.
A aposta do técnico Hajime Moriyasu para um bom desempenho em solo brasileiro são os jovens do país. Para se ter uma ideia, dos 23 atletas convocados, 17 estrearão no Brasil, entre eles, Takefusa Kubo, com apenas 18 anos, completados recentemente. O que falta de idade para o atacante, sobra de habilidade e esperança por parte da torcida, já que o jovem jogador ganhou o apelido de "Messi Japonês", após passagens pelas categorias de base do Barcelona.
O outro lado na linha do tempo japonesa é o experiente Shinji Okazaki que hoje joga no Leicester da Inglaterra. Ele é o japonês com mais gols em atividade por sua seleção e o terceiro na história, com 49 gols marcados.
Com os grandes investimentos que foram feitos no futebol, o Japão se acostumou em disputar torneios intercontinentais, como a Copa do Mundo. Antes de sediar a edição de 2002, a seleção só havia participado do torneio em 1998. Depois de receber as melhores seleções do mundo, disputou todas as edições do torneio, incluindo a última em que obteve seu melhor resultado, perdendo nas oitavas de final para a Bélgica, depois de estar vencendo por dois gols de diferença.
O futebol parece que há um bom tempo virou realidade para os japoneses. Agora é esperar que venha ao Brasil para representar seu povo.
* Texto supervisionado pelo editor.
Compartilhe

Video

Mais vistos