Cidades
Publicada em 10/07/2019 - 23h09min

Rio Tietê

Reforma na captação de água chega à fase final

Foto: Semae/Divulgação

Semae investe R$ 3 milhões na principal unidade
As obras de reforma e modernização da Estação de Captação e Recalque de Água Bruta 2 (ECR-2), no Rio Tietê, chegam à fase final (cerca de 90% de execução) e devem ser concluídas neste semestre. O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) está investindo
R$ 3 milhões na unidade para ampliar a segurança operacional do principal sistema de fornecimento de água da autarquia, melhorando ações de combate às algas que se formam no rio e o controle do nível da água, além de facilitar e agilizar os serviços de manutenção, quando necessários.
Estão sendo feitas a reforma das comportas, instalação de novo sistema de gradeamento (com grades mecanizadas), novos guarda-corpos, melhorias na ponte rolante, pavimentação e adequações da sala de bombas e de painéis, entre outras intervenções, como a adoção de medidor ultrassônico do nível do rio. A previsão é concluir a obra no segundo semestre.
A estação de captação, que fica na estrada da Pedra de Afiar, bairro Rio Acima, capta a água para um sistema que abastece mais de 300 mil pessoas.
Considerada a maior obra do Semae na década de 1980, a unidade foi inaugurada há 30 anos e substituiu a primeira Estação de Captação e Recalque (ECR1), na avenida João XXIII, no Socorro.
No ano passado, a estação foi modernizada com o início da operação de um sistema de dióxido de cloro, que age no pré-tratamento, melhorando a qualidade da água. O investimento foi de
R$ 2,3 milhões na instalação de um gerador de dióxido, tanques de estocagem, bombas de água para preparo da solução e aplicação, bombas de descarga de produtos químicos, painéis de força e de comando.
O dióxido gerado na captação é aplicado no início da adutora de água bruta, que segue até a Estação de Tratamento de Água (ETA) centro.
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos