Cidades
Publicada em 10/09/2019 - 22h20min

Thamires Marcelino*
Educação

Atividade sobre problemas sociais mobiliza alunos do Santo Ângelo

A Escola Estadual Professora Lucinda Bastos, localizada no Conjunto Residencial Santo Ângelo, promoveu durante a manhã de ontem a cerimônia do Oscar Lucinda Bastos, programação que premiou simbolicamente três melhores vídeos produzidos pelos alunos da instituição

A Escola Estadual Professora Lucinda Bastos, localizada no Conjunto Residencial Santo Ângelo, promoveu durante a manhã de ontem a cerimônia do Oscar Lucinda Bastos, programação que premiou simbolicamente três melhores vídeos produzidos pelos alunos da instituição. O principal objetivo foi incentivar os estudantes a aprimorarem técnicas de pesquisas em temáticas sociais vivenciadas cotidianamente, além de desenvolver habilidades tecnológicas de filmagem e edição.
Os trabalhos premiados foram de turmas do 1º, 2º e 3º ano do ensino médio. Em média, 120 alunos também pertencentes a outros anos letivos disputaram em grupo a classificação das melhores produções de curta-metragem. Todas as atividades, desde a ideia da temática que seria abordada até a edição das filmagens, foram realizadas inteiramente pelos alunos.
O diretor da E.E Professora Lucinda Bastos, Valdenis Vicente da Silva, contou que o evento visa promover a humanização dos alunos e incentivá-los a aprimorar a sensibilidade com o próximo. "Deixamos os temas livres para escolha deles, mas claro, sempre enfatizamos a importância de tratar sobre as questões sociais. Estamos muito felizes, todos os trabalhos nos surpreenderam de forma muito positiva", afirmou.
A professora de Inglês, Rosana Maria Prado, foi uma das grandes incentivadoras do projeto. "É uma forma de expressar assuntos que realmente preocupam a sociedade, por isso os alunos realizaram vídeos de diferentes temas como bullying e suicídio", explicou a docente.
O aluno Kauan Onil, de 16 anos e que cursa oo 2º ano do ensino médio, foi um dos vencedores, com um vídeo sobre suicídio. "Escolhemos esse tema porque acreditamos que é necessário falar mais sobre a depressão e alertar os familiares e amigos a perceberem os sintomas em pessoas próximas. Como foi exposto durante o vídeo, depressão não é frescura e precisa ser tratada", destacou.
Suicídio
Mais de cinco mil escolas da rede estadual de São Paulo foram mobilizadas ontem no "Dia D" de ações para valorizar a vida e prevenir o suicídio. A orientação da Secretaria do Estado da Educação é para que os educadores desenvolvam entre os alunos atividades de acolhimento, sensibilização, autoconhecimento e de percepção e respeito ao outro. A ideia é que diretores, coordenadores e professores também estimulem o diálogo e a continuidade de ações sobre a valorização da vida.
As atividades marcam o mês que ficou conhecido como Setembro Amarelo, e tem a proposta de dar mais visibilidade ao suicídio, tratá-lo com menos tabu, e ao mesmo tempo, conscientizar a população sobre a importância da prevenção.
*Texto supervisionado pelo editor.
  • Vídeo de Onil tratou sobre a depressão
  • Evento serviu como trabalho de conscientização
Compartilhe
Comentários
Comentar

Video

Mais vistos